Dados do Trabalhos de Conclusão

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
EDUCAÇÃO: HISTÓRIA, POLÍTICA, SOCIEDADE (33005010001P9)
MODELOS DIVERGENTES DE ENSINO RELIGIOSO? ANÁLISES DAS EXPERIÊNCIAS DO RJ E SC
LUCELMO LACERDA DE BRITO
TESE
07/12/2015

O presente estudo tem por objetivo analisar as construções sociais das experiências de regulamentação e implementação do Ensino Religioso nos Sistemas de Ensino correspondentes aos estados do Rio de Janeiro e Santa Catarina, analisando as tensões entre secularização e dessecularização do Estado brasileiro no cenário educacional. O trabalho se justifica pela necessidade de reflexão acerca dos modelos de Ensino Religioso praticados no país, uma vez que a disciplina é constitucionalmente obrigatória e toca em um aspecto fulcral da liberdade republicana: a laicidade do Estado. A metodologia do trabalho é a análise documental, a partir de um corpus referencial que inclui a toda a normatização pertinente, legislação, portarias, decretos, diretrizes, entre outros; e também registros das esferas de discussão da disciplina, notadamente o Conselho de Igrejas para a Educação Religiosa – CIER/SC, o Conselho do Ensino Religioso – CONER/SC, o Fórum Nacional Permanente do Ensino Religioso – FONAPER e a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro – ALERJ. Nosso referencial teórico é o construcionismo social, de Ivor Goodson, que compreende a constituição do currículo pré-ativo das disciplinas escolares como resultado da luta entre os diversos grupos sociais, e procura conhecer a história sempre única desses processos políticos. A tese defendida é a de que a construção efetiva da disciplina nos estados de Santa Catarina e Rio de Janeiro foram resultado da ação das denominações religiosas, mas também pressionadas por movimentos laicos, com lastro político partidário e acadêmico e o resultado desses processos foram dois modelos com fortes traços cristãos, mas também com muitas concessões ao ideário secular, fazendo dos termos aplicados à nomeação dos diferentes modos de existência do Ensino Religioso, qual seja de “Modelo Confessional” e “Modelo Fenomenológico”, termos arbitrários, que não conseguem apreender a complexidade de cada modelo

Ensino religioso;Currículo;Laicidade;Epistemologia
This study aims to analyze the social constructions of the regulatory and implementation experiences of religious education in school systems that correspond to the States of Rio de Janeiro and Santa Catarina, analyzing the tensions between secularization and desecularization of the Brazilian State in the educational setting. The work is justified by the necessity of reflection about the models of religious instruction practised in the country, once that discipline is constitutionally mandatory and touches on a key aspect of Republican freedom: the secularity of the State. The methodology of the work is the analysis of documents, from a corpus that reference includes all the relevant standards, laws, ordinances, decrees, directives, among others; and also records of discussion of the discipline, notably the Conselho de Igrejas para o Ensino Religioso CIER/SC, the Conselho do Ensino Religioso-CONER/SC, the Forum Permanente para o Ensino Religioso - FONAPER and the Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro - ALERJ. Our theoretical framework is the social constructivism, Ivor Goodson, who understands the Constitution of the pre-activ curriculum of school subjects as a result of the struggle between the various social groups, and demand to know the story only of those political processes. The thesis defended is that the effective construction of discipline in the States of Santa Catarina and Rio de Janeiro were the result of action of religious denominations, but also for secular movements, with partisan political and academic ballast and the result of these processes were two models with strong Christian traits, but also with many concessions to secular ideals, making the terms applied to the different modes of existence of religious education , which is of "Confessional" Model and "Phenomenological Model", arbitrary terms, who cannot grasp the complexity of each model
Religious education;Curriculum;Secularism;Epistemology
1
209
PORTUGUES
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO BRASILEIRA: PRODUÇÃO, CIRCULAÇÃO E APROPRIAÇÃO CULTURAL
HISTÓRIA DAS DISCIPLINAS ESCOLARES E DOS MATERIAIS DIDÁTICOS

Banca Examinadora

HELENICE CIAMPI
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DANIEL FERRAZ CHIOZZINI Docente - PERMANENTE
AFONSO MARIA LIGORIO SOARES Participante Externo
JOAO DO PRADO FERRAZ DE CARVALHO Participante Externo
VERA TERESA VALDEMARIN Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares (módulo Taxas) 39

Vínculo

CLT
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim