Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
Configurações passionais da solidão e da tristeza no fado de Amália Rodrigues.
THAYS CAROLINE BARROCA RIBEIRO MORETTINI
DISSERTAÇÃO
17/06/2015

Esta dissertação apresenta, como objeto de pesquisa, alguns fados interpretados pela fadista Amália Rodrigues (1920-1999). O corpus deste trabalho é constituído por oito fados, a saber, “Estranha forma de vida”, “Trago fados nos sentidos”, “O fado chora-se bem”, “Triste sina”, “Grito”, “Ai esta pena de mim”, “Com que voz” e “Solidão”. O objetivo deste estudo é perceber como as canções de fado de Amália Rodrigues revelam, na junção da melodia e da letra, os estados de alma da solidão e da tristeza do enunciador. Para executar esta tarefa, a investigação é desenvolvida por meio da teoria Semiótica de linha francesa. Visou-se trabalhar com a Semiótica das Paixões, a fim de perceber como as significações passionais são construídas nas canções de estilo português, por meio da análise do plano da expressão musical e do plano do conteúdo. Além desta teoria, os procedimentos de análise apoiam-se também nos estudos da Semiótica da canção, tendo em vista as modalizações da canção e o efeito de passionalização no que tange à junção da melodia e da letra. Esta abordagem está presente em textos de Luiz Tatit, nas obras Musicando a semiótica (1997) e Semiótica da canção (1999). Estes trabalhos apresentam alguns conceitos para pensar uma abordagem das configurações passionais nas canções. É preciso frisar que, nesta dissertação, contemplam-se algumas noções presentes nos textos de Tatit. Dentre estas, destacam-se os conceitos de plano da expressão e de plano do conteúdo, de junção entre a melodia e a letra, os processos de tematização melódica, passionalização melódica, figurativização melódica e a passionalização de expressão. Para pensar uma abordagem das paixões, deve-se delimitar que as temáticas do fado possuem a finalidade de apurar um modo de ser português. A temática expressará a solidão, o amor, o destino, a vida e a morte, a melancolia. O fado é a canção que canta a sina dos infelizes, as ironias do destino, as dores do amor, o afastamento, a desesperança, a tristeza, a saudade e os caprichos do coração. Por meio da abordagem semiótica, verificou-se como se configuram os percursos da solidão e da tristeza, seguindo as diretrizes de uma sintaxe modal. A partir da análise do corpus, foi possível evidenciar que a microssintaxe da solidão é expressa pelo querer-ser e, assim como a tristeza, pode ser descrita por meio do arranjo modal não-poder-ser. A macrossintaxe destas paixões revelou o encadeamento de outras configurações passionais, tais como: a angústia, a amargura, a infelicidade e o ressentimento.

Solidão. Tristeza. Fado. Semiótica das Paixões.
This paper presents, as a research object, some fados interpreted by Amalia Rodrigues (1920-1999). The corpus of this study consists of eight fados, namely, "Strange way of life", "Bring fados in the senses", "Fado is a good cry", "Sad fate", "Cry", "Oh, this pity of me", "With which voice" and "Loneliness". The aim of this study is to understand how the songs of Amalia’s fados can show, in the melody and lyrics junction, the moods of loneliness and sadness. To perform this task, the investigation is developed through the theory of the Semiotics french line. The intention is to work with the Semiotics of the Passions in order to realize how passionate meanings are constructed in Fado songs through the level of musical expression and the level of content. In addition to this theory, the analysis procedures also rely on the theory of the Semiotics of the song, considering the modalizations of the song and the effect of passionalization created by the melody and lyrics junction. This approach is presented in Tatit’s texts, in the works Musicando a semiótica (1997) and Semiotics of the Song (1999). On these works, are presented some concepts to think about an approach to setting in the passionate songs. It must be stressed that, in this paper, it is contemplated only a few notions present in Tatit’s texts. Among these, the concept of the expression level of the content and the level of the expression, the junction between the melody and the lyrics, the process of melodic thematization, melodic passionalization, melodic figurativization and the passionalization of expression. To think an approach of the passions, it should be defined the themes of the fado, in order to understand a mode of being portuguese. The theme often will express the loneliness, the love, the destiny, the life and the death, and also the melancholia. The fado is the song that sings the fate of the unfortunate, the ironies of the fate, the pains of love, the need for removal, the hopelessness, the sadness, the longing and the whims of the heart. Through the semiotic approach, it was found how to configure the passions of the loneliness and the sadness, following the guidelines of a modal syntax. From the analysis of the corpus, it became clear that the microssintax of the loneliness is expressed by the want-to-be and, as the sadness, can be described by means of the modal arrangement not-to-be-able. The macrossintax of these passions revealed the chaining of other passionate settings, such as: the anxiety, the bitterness, the unhappiness and the resentment.
Loneliness. Sadness. Fado. Semiotics of the Passions.
1
140
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA COMPARADA
REPRESENTAÇÕES E TEXTUALIDADES
-

Banca Examinadora

LUIZ CARLOS MIGLIOZZI FERREIRA DE MELLO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MIGUEL HEITOR BRAGA VIEIRA Docente - PERMANENTE
FERNANDA MASSI Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado GM e Doutorado GD 24

Vínculo

-
-
-
Não