Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
SAÚDE COLETIVA (33009015067P1)
POLÍTICA PÚBLICA DE REDUÇÃO DE DANOS: ESTUDO ETNOGRÁFICO EM UMA ENTIDADE DO TERCEIRO SETOR (ETS) NA CIDADE DE SÃO PAULO.
REGIS CICERO DA COSTA
DISSERTAÇÃO
10/04/2015

Esta pesquisa visou analisar como o “É de Lei” atua com a política de saúde para álcool e outras drogas denominada Redução de Danos (RD). Observou e acompanhou as ações de seus trabalhadores no modo de lidar e significar a vida e os corpos de seus atendidos, considerando a maneira desses trabalhadores compreenderem a RD. Quanto à metodologia, trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada no “Centro de Convivência - É de Lei” utilizando de entrevistas com os profissionais da instituição que atuam com a população vulnerável em situação de rua e com a população que frequenta e/ou está fixada na região denominada “Cracolândia” na cidade de São Paulo. Como resultados obtidos, apurou-se: A) O importante papel do “É de Lei” na formulação das políticas públicas de saúde sob o viés da RD; B) O vínculo do Convivente com o Redutor de Danos construído durante o atendimento propiciava uma (re)construção dos laços afetivos. As atividades coletivas trabalhadas proporcionavam uma facilitação dos processos de revitalização da cidadania; C) A RD se depara com disputas por legitimidade que se configura, atualmente, entre duas notórias linhas de atendimento dissonantes na capital; D) Na disputa por alocação de recursos e atenuar os estigmas das práticas em RD, o “É de Lei” buscou a reconfiguração de sua categoria transversal para uma entidade que se expressa principalmente por meio da cultura; E) Entre os desafios para a realização do trabalho do “É de Lei” com a RD, a questão “margem”, como efeito colateral e indesejado, é reafirmada em suas ações e enquanto produção de saberes e F) A constatação de que a RD é uma controversa política de saúde pública porque está na contramão do paradigma proibicionista, apresentando-se como um novo paradigma ético, clínico e político para a saúde pública e coletiva.

Redução de Danos, Drogas, Políticas Públicas, Pesquisa Qualitativa, Etnografia.
This research aimed to analyse how the É de Lei acts out with the health politics for alcohol and others drugs as named Harm Reduction (HR). It observed and followed the actions of the workers of É de Lei in the way to handle and signify the life and bodies of its assisted, considering the way of workers understand the HR. About the methodology, it treats the qualitative research realized in the Assisted Center É de Lei utilizing de interviews with its professionals who act out with the vulnerable population in the street situation and the population that assists, that lives fixed or is in the region named Cracolândia in the city of São Paulo. The found results were: A) The important role of the É de Lei in the constitution of the public politics in health under the perspective of HR; B) The bond of the assisted individuals by the HR workers during the service afforded a (re)construction of the affective attachment. The worked collective activities offered the facility of the process of renew the citizenship; C) The HR faces the conflicts to get legitimacy that is configured, nowadays, between two contradictory main directions of services in the capital of the state; D) The conflict to get resources and to reduce the stigmas of the practices in HR, the É de Lei searched to redesign its Cross-Category to an institution that expresses, mainly, by the culture; E) Among the challenges to make the work at É de Lei with HR, the question “border” as a side effect and undesirable, is reaffirmed in its actions and while knowledge production and F) The observation that HR is controversial health politics because it is in the opposite of the prohibitionist paradigm, designing up as a new ethical paradigm, clinical and political for the public and collective health.
Harm Reduction, Drugs, Public Policy, Qualitative Research, Ethnography.
1
128
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS EM SAÚDE
CORPO, SAÚDE E DOENÇA.
TECNOLOGIA E SAÚDE

Banca Examinadora

PEDRO PAULO GOMES PEREIRA
Não
Nome Categoria
REGINA YOSHIE MATSUE Participante Externo
LUCIENE JIMENEZ Participante Externo
TANIELE CRISTINA RUI Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não