Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
CIÊNCIAS SOCIAIS (33009015073P1)
Estratificação Sócio-Ocupacional e Segregação na Metrópole de São Paulo: uma análise da primeira década do século XXI
LEANDRO BLANQUE BECCENERI
DISSERTAÇÃO
17/09/2015

Essa dissertação pretende realizar uma discussão das transformações na estrutura social da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) na primeira década do século XXI. Objetiva-se realizar um estudo empírico que busca compreender as alterações na distribuição espacial das diferentes categorias sócio-ocupacionais na metrópole paulista, e discutir algumas das transformações econômicas e de emprego que a região vivenciou no período. Assim, pretende-se estabelecer um comparativo entre os anos de 2000 e 2010, que são os anos de realização dos dois últimos Censos demográficos do IBGE. A metodologia empregada para a análise da estratificação social foi a construída pelo Observatório das Metrópoles, que por meio da categoria ocupação foi produziu uma estratificação que remete à teoria de Pierre Bourdieu. Partindo da metodologia do Observatório, serão empregadas ferramentas estatísticas espaciais, com destaque para o Índice de Moran, calculado para as Áreas de Ponderação dessa região nos anos de 2000 e 2010, para análise espacial dos padrões de distribuição das classes no território. Desse modo, espera-se que os resultados obtidos possibilitem avaliar algumas das transformações da estrutura social e dos padrões de segregação residencial na metrópole paulista, evidenciando esse fenômeno a partir da separação no espaço das categorias de ocupação.

Estratificação;segregação, mobilidade social
This dissertation intends to hold a discussion of the changes in the social structure of the Metropolitan Region of São Paulo (RMSP) in the first decade of 21st century. The objective is to conduct an empirical study that seeks to understand the changes in the spatial distribution of the different socio-occupational categories in the metropolis, and discuss some of the economic and job transformations that the region experienced in the period. Thus, we intend to establish a comparison between the years 2000 and 2010 which are the years of the two last demographic IBGE Census. The methodology for the analysis of social stratification was built by the Observatório das Metrópoles, with occupation categories that produced a stratification schema, referring to Pierre Bourdieu’s theory. Starting from the methodology of the Observatório, statistics will be used, highlighting the Moran Index, calculated for the areas of weight of this region in 2000 and 2010, for spatial analysis of the classes distribution patterns in the territory. Thus, it is expected that the results will assess some of the changes in social structure and patterns of residential segregation in the metropolis, highlighting this phenomenon from the separation in space of the occupation categories.
Stratification;Segregation;Social mobility;Social class;Metropolis.
1
146
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS SOCIAIS
PENSAMENTO POLÍTICO E SOCIAL, ESTADO E AÇÃO COLETIVA
DIMENSÕES SOCIAIS E AMBIENTAIS DAS DINÂMICAS DE URBANIZAÇÃO NA HIPER-PERIFERIA DA METRÓPOLE DE SÃO PAULO: ANÁLISE DOS PROCESSOS DE EXPANSÃO URBANA E DAS SITUAÇÕES DE VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL EM ESCALA INTRA-URBANA

Banca Examinadora

HUMBERTO PRATES DA FONSECA ALVES
Sim
Nome Categoria
RICARDO CARLOS GASPAR Participante Externo
RENATA MIRANDOLA BICHIR Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Sim