Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE
GEOGRAFIA (42004012015P5)
Evolução Holocênica do cinturão lacustre meridional, Planície Costeira do Amapá, Costa Amazônica, Brasil
KERLY ARAUJO JARDIM
DISSERTAÇÃO
21/09/2015

A região amazônica passou por um período de instabilidades tectônicas que promoveram uma história complexa de migração e abandono de rios na Amazônia durante o Quaternário. As mudanças em larga escala de sistemas fluviais podem estar relacionadas a processos ambientais mais amplos como as variações do nível de base, processos morfossedimentares, mudanças climáticas e tectônicas. Ao norte da foz do rio Amazonas, na região do Cabo Norte, estudos iniciais têm identificado grandes sistemas de paleodrenagens. Essas feições são indícios de significativas mudanças no sistema de drenagem regional, indicando intensos processos de colmatação, movimentos tectônicos e neotectônicos locais e variações relativas do nível do mar durante o Quaternário. Estas paleodrenagens estão associadas a três sistemas de lagos: Sistema Lacustre Meridional, Sistema Lacustre Oriental e Sistema Lacustre Ocidental cuja origem está relacionada a evolução morfológica da área. Em sua grande maioria, estes lagos possuem formato em ox bow e poderiam ser meandros abandonados do rio Araguari e de outros sistemas fluviais antigos. No entanto, as relações de morfogênese dessas paleodrenagens com os sistemas de lagos e as drenagens atuais ainda não foram devidamente esclarecidas. O objetivo geral deste trabalho consistiu em compreender a evolução holocênica do Cinturão Lacustre Meridional como subsídio a reconstituição paleogeográfica da área. A metodologia envolveu o mapeamento superficial da rede de paleodrenagens a partir de imagens de sensores remotos orbitais e suborbitais. Aliado ao mapeamento foram analisados dados de sísmica rasa, testemunhos sedimentares de subsuperfície e datação por rádio carbono. Esses dados foram integrados para o entendimento da evolução dos lagos meridionais. Foram identificados dois sistemas de paleodrenagens de direção N-S e SW-NE associadas aos lagos dos Botos, Comprido de Cima, Lodão e Mutuco. As estruturas de subsuperfície dos lagos foram definidas a partir da perfilagem de quatro seções sísmicas e três testemunhos sedimentares. A partir da integração dos dados foi possível encontrar evidências sobre a evolução desses lagos a partir da arquitetura dos pacotes sedimentares de subfundo. Isto leva a afirmar que os mesmos são resquícios de antigas drenagens fluviais que desaguavam na costa do Amapá e tiveram suas desembocaduras obstruídas, causando assim o afogamento dessas drenagens e formando os lagos no interior da planície. A identificação desses registros mostram evidências da evolução recente de parte da planície costeira amazônica, onde foi possível caracterizar apenas as sucessões estratigráficas superficiais. No entanto, esses registros precisam ser investigados melhor a partir de um número maior de dados de subsuperfície e de maior profundidade para o estudo mais completo do pacote sedimentar depositado durante o Holoceno e consequentemente um melhor entendimento da evolução costeira. Novas investigações geológicas e geofísicas estão sendo realizadas para compreender melhor a evolução dessa costa e traçar a paleogeografia da área.

*
The Amazon region went through a period of tectonic instability that promoted a complex history of migration and abandonment of rivers in the Amazon during the Quaternary. Largescale changes in river systems can be related to broader environmental processes as variations of the base level, morpho sedimentary processes, climatic and tectonic changes. North of the mouth of the Amazon River in Cape North, initial studies have identified large paleodrainage systems. These features are indications of significant changes in the regional drainage system, indicating intense clogging processes, tectonic movements and local neotectonic and related changes in sea level during the Quaternary. These paleodrainage is associated with three lakes systems: South Lakeside System, East Lakeside System and West Lakeside System whose origin is related to morphological evolution of the area. For the most part, these lakes have format in ox bow and could be abandoned meanders of the river Araguari and other ancient river systems. However, the morphogenesis of these relations paleodrainage with lake systems and current drains have not been properly clarified. The aim of this study was to understand the Holocene evolution of South Lakeside Belt as a subsidy to paleogeographic reconstruction of the area. The methodology involved the mapping of surface paleodrainage network from orbital and sub-orbital remote sensing images. Coupled with the mapping were analyzed shallow seismic data and subsurface sediment cores of radio carbon dating. These data were integrated for understanding the evolution of the southern lakes. They identified two steering systems paleodrainage N-S and NE-SW associated with lakes Botos, Comprido de Cima, Lodão and Mutuco. The subsurface structures of the lakes were defined from the profiling four seismic sections and three sediment cores. From the integration of the data was possible to find evidence on the evolution of these lakes from the sub-fund of sedimentary packages architecture. Which leads to say that they are remnants of old storm drains that emptied into the Amapa coast and had their mouths clogged, thus causing the drowning of these drainages and forming lakes inside the plain. The identification of these records show evidence of recent evolution of the Amazon coastal plain, where it was possible to characterize only the shallow stratigraphic succession. However, these registers need to be better investigated from a larger number of subsurface data and greater depth for the further study of the sedimentary deposit during Holocene and consequently a better understanding of coastal evolution. New geological and geophysical investigations are being carried out to better understand the evolution of this coast and trace the paleogeography of the area.
-
71
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE

Contexto

ANÁLISE URBANO-REGIONAL E AMBIENTAL
ANÁLISE AMBIENTAL
-

Banca Examinadora

ULISSES ROCHA DE OLIVEIRA
Sim
Nome Categoria
SALETTE AMARAL DE FIGUEIREDO Participante Externo
MARISTELA BAGATIN SILVA Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não