Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
Interdisciplinar em Ciências da Saúde (33009015070P2)
PRÓ-SAÚDE E PET-SAÚDE: AS POLÍTICAS INDUTORAS E SUAS REPERCUSSÕES PARA E NA FORMAÇÃO DOCENTE EM SAÚDE
GEOVANNIA MENDONCA DOS SANTOS
DISSERTAÇÃO
27/04/2015

Objetivo central: analisar trajetórias, concepções, práticas pedagógicas, motivações e expectativas de professores atuantes no PRÓ-SAÚDE e no PETSAÚDE dos campi São Paulo e Baixada Santista da Universidade Federal de São Paulo. Objetivos específicos: realizar uma revisão de literatura; caracterizar o perfil destes professores (gênero, idade, área de formação profissional, tempo de inserção na docência, atividade na universidade, participação em outros projetos); resgatar as trajetórias docentes, buscando discutir os percursos formativos na e para a docência em saúde; apreender concepções destes professores sobre aprendizagem e formação em saúde na perspectiva da integração ensino-serviço; discutir as motivações e as expectativas narradas pelos professores ao desenvolverem suas docências no âmbito de políticas indutoras, como o PRÓ-SAÚDE e PET-SAÚDE; caracterizar os pontos fortes, as fragilidades e as possibilidades que identificam em suas inserções como docentes desses projetos. As interlocuções teóricas abrangeram o campo da formação docente em saúde e a contextualização das políticas indutoras privilegiadas nesta investigação. Métodos: revisão de literatura, entrevistas semi-estruturadas, construção e análise das narrativas. A revisão de literatura buscou compreender como a docência, inserida no âmbito das inovações em saúde, tem sido abordada na produção científica, a partir da análise de 65 artigos. Resultados: Participaram deste estudo 13 professores, sendo 9 do Campus Baixada Santista e 4 do Campus São Paulo. Na data da entrevista todos os possuíam Mestrado e 92% doutorado. Ao longo do processo de formação, muitos destes fizeram cursos de Especialização, Residência e Aprimoramento. Relatam o acumulo de diferentes atividades, sendo que a maior parte exerce funções de coordenação e docência em mais de um local/turma. No processo analítico foram apreendidas unidades de contexto e registro que permitiram a construção de categorias referentes aos eixos orientadores Motivações, Formar em Saúde, Docência em Saúde, Pontos Fortes, Fragilidades e Possibilidades. Emergiram como pontos convergentes nas categorias analisadas: a importância da formação In loco, valorização do trabalho docente em detrimento da supervalorização da pesquisa como métrica central da avaliação docente, a formação de cidadãos e profissionais para atuarem no SUS e a parceria entre universidade, serviço e comunidade como pilar fundamental para o desenvolvimento de projetos que tenham como objetivo a reorientação da formação em saúde nos diferentes espaços e para diferentes atores. Conclusões: Os docentes que atuam no PRÓ-SAÚDE/PET-SAÚDE acreditam que para haver uma efetiva transformação são necessárias mudanças curriculares e institucionais que envolvam questões referentes ao modo como os discentes são formados, condições de trabalho e valorização do compromisso com a formação em/para a saúde no âmbito de suas carreiras. As políticas indutoras seriam, desta forma, meios para promoção de uma formação ampla, privilegiando todos aqueles que, envolvidos com o processo, formam e estão em processo de formação.

Políticas de Educação Superior, Docentes, Saúde, Educação Superior, Ensino.
-
-
1
132
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

PROMOÇÃO, PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO EM SAÚDE
CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS E SAÚDE
Modos de formar docentes em saúde: trajetórias, concepções e práticas docentes no âmbito do Pró SaÚDE e PET Saúde

Banca Examinadora

SYLVIA HELENA SOUZA DA SILVA BATISTA
Não
Nome Categoria
SIDNEY MARCEL DOMINGUES Participante Externo
ELAINE QUEDAS DE ASSIS BOGER Participante Externo
NILDO ALVES BATISTA Docente

Vínculo

-
-
-
Não