Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
A DUPLA SERPENTE: ESTADO E AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA BRASILEIRA NA CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA MATRIZ DE INSERÇÃO GLOBAL (2003-2014).
GERARDO ENRIQUE CERDAS VEGA
TESE
31/08/2015

Desde 2003, a agroindústria sucroenergética brasileira (ASB) tem vivenciado expressivas transformações, associadas por um lado ao ressurgimento do etanol como alternativa aos combustíveis fósseis, especialmente num contexto global de crise energética e climática e, por outro, à intensa reconfiguração patrimonial do setor cuja marca fundamental tem sido, nos últimos anos, a internacionalização do complexo. Para compreender esse processo, a tese constrói um marco teórico e histórico que serve como referencial para situar a análise das tendências atuais, inserindo-as, assim, num movimento de longo prazo da economia e da política brasileiras, destacando-se o relevante papel do Estado na configuração das condições de acumulação de capital na agroindústria canavieira, não apenas no passado, mas ainda hoje. Portanto, entende-se que a internacionalização desta agroindústria, hoje denominada de „sucroenergética‟, é a resultante de mudanças que envolvem tanto a internacionalização do capital e a globalização econômica, quanto a construção de uma nova matriz de inserção global ativamente elaborada por dentro do próprio Estado brasileiro (espaço estratégico das disputas entre as diversas frações do capital) pela redefinição do padrão de acumulação a partir da década de 1990, quando iniciam: (i) uma forte virada para a liberalização e desregulamentação econômica no plano doméstico e (ii) um alargamento do espaço global de acumulação, especialmente pela guinada para a financeirização da economia, no plano externo. A resultante desse processo se reflete no predomínio do grande capital transnacional na agroindústria sucroenergética, tanto na produção de açúcar, etanol, energia elétrica e outros produtos derivados da cana-de-açúcar, quanto na comercialização nacional e internacional de suas principais “commodities”. Da mesma forma, são analisados os arranjos políticoinstitucionais setoriais construídos ao longo das últimas duas décadas e meia, sublinhando as continuidades e descontinuidades com relação ao passado e as diversas formas em que o Estado continua a ocupar um lugar central na sustentação da ASB. A internacionalização do complexo sucroalcooleiro transformou as relações entre Estado e agroindústria canavieira, introduzindo novos atores, dinâmicas e escalas na disputa política. A tese busca dar uma visão panorâmica destas transformações e se insere no conjunto de reflexões e pesquisas que historicamente tem debatido o lugar da agroindústria canavieira na economia e na política nacionais.

Estado – Agroindústria sucroenergética – Internacionalização – Etanol
Since 2003, the Brazilian Sugarcane Agroindustry (BSA) has experienced significant transformations due, on the one hand, to the resurgence of ethanol as alternative to fossil fuels, especially in a context of global energy and climate crisis and, on the other, to the intense asset reconfiguration of the industry whose key feature has been, in recent years, their internationalization. To understand this process, the thesis builds a theoretical and historical landmark that serves as a reference to locate the analysis of current trends, placing them, thus, as part of a movement of long-term of Brazilian economy and politics, highlighting the important role of State in the configuration of capital accumulation conditions in BSA, not only at past, but today. Therefore, here we understood that the internationalization of sugarcane agroindustry is the result of changes that involve both the internationalization of capital and the economic globalization and the building a new global integration matrix actively developed within the Brazilian State itself, as strategic space of disputes between different fractions of capital, fighting for redefining the Brazilian accumulation pattern since the 1990s, when start (i) a strong domestic turn for the liberalization and economic deregulation and (ii) an expansion of the global accumulation space, especially by the shift to the financialization of the economy. The result of this process is reflected in the dominance of large transnational capital in the sugar-energy industry, both in the production of sugar, ethanol, cogeneration of electricity and other products derived from sugarcane, as in the national and international commercialization of its main commodities. Therefore, we analyzed the sectorial political and institutional arrangements, built over the past two and half decades, stressing the continuities and discontinuities with the past and the various ways in which the State continues to occupy a central place in support of BSA. The internationalization of the BSA transformed the relations between State and sugarcane industry, introducing new actors, dynamics and scales in the political dispute. The thesis seeks to give an overview of these changes and inserts itself into the stream of reflections and research that has historically debated the place of the sugarcane industry in the economy and national policy.
State - Sugarcane Agroindustry - Internationalization – Ethanol
1
322
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
INSTITUIÇÕES, MERCADO E REGULAÇÃO
AGRONEGÓCIO, POLÍTICAS PÚBLICAS E MUDANÇAS SOCIAIS

Banca Examinadora

SERGIO PEREIRA LEITE
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
SERGIO PEREIRA LEITE Docente - PERMANENTE
NELSON GIORDANO DELGADO Docente - PERMANENTE
JORGE OSVALDO ROMANO Docente - COLABORADOR
MARIA LUISA ROCHA FERREIRA DE MENDONCA Participante Externo
PAULO ROBERTO RAPOSO ALENTEJANO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 48

Vínculo

Colaborador
Outros
Outros
Não