Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA
GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO (28006011009P8)
DIVERSIDADE GENÉTICA E MORFOMÉTRICA DO GÊNERO Nematocharax (CHARACIFORMES: CHARACIDAE) EM BACIAS DO LESTE DO BRASIL
SILVIA BRITTO BARRETO
DISSERTAÇÃO
28/03/2015

Os caracteres morfológicos têm sido tradicionalmente utilizados na taxonomia para identificar espécies. No entanto, a abordagem morfológica apresenta limitações intrínsecas, principalmente pela dificuldade em detectar espécies crípticas. Em vista disso, o uso da taxonomia integrativa tem se expandido nos últimos anos e permite integrar todas as fontes de dados disponíveis para avaliar a real diversidade de um grupo. Nesse contexto, o presente estudo teve por objetivo avaliar a diversidade do gênero Nematocharax (Characiformes, Characidae), que possui apenas uma espécie válida (N. venustus), por meio de marcadores cromossômicos, moleculares e morfométricos, a fim de auxiliar na taxonomia do grupo. As análises foram realizadas em sete populações das bacias do rio de Contas, Almada e Jequitinhonha. Os dados citogenéticos revelaram uma macroestrutura cariotípica conservada em todas as populações, com número diplóide igual a 50, fórmula cariotípica composta por 8m+26sm+14st+2a e número fundamental igual a 98, independentemente do sexo ou localidade. Entretanto, foi observada uma considerável variação na distribuição de sequências repetitivas, especialmente em relação ao DNAr 5S, e marcadores cromossômicos específicos para cada população foram identificados. De acordo com a análise das sequências do gene mitocondrial Citocromo C Oxidase Subunidade I (COI) pela técnica de DNA barcode, as divergências interpopulacionais variaram entre 0 e 7,5% e quatro grupos foram suportados por valores de bootstrap ≥ 99% na árvore de Neighbor-Joining. Adicionalmente, diferenças morfométricas foram encontradas entre as populações, principalmente associadas à altura do corpo, altura e comprimento da cabeça e diâmetro do olho. A população do Alto Contas foi a que mais divergiu tanto nos dados morfométricos quanto genéticos, sugerindo a presença de uma nova espécie de Nematocharax que pode ter se estabelecido na região do Alto rio de Contas após o soerguimento da Chapada Diamantina. Fatores como seleção sexual, ciclo de vida rápido, taxa de dispersão restrita e isolamento das bacias podem estar contribuindo para a rápida divergência evolutiva entre as populações. Assim, os dados evidenciam a presença de unidades evolutivas únicas em N. venustus e a possível presença de um conjunto de formas crípticas. Adicionalmente, demonstra-se que as bacias da região hidrográfica do Atlântico Leste, fortemente alteradas pelas ações antrópicas, constituem áreas prioritárias para a conservação biológica.

Ictiofauna, double-FISH, DNA barcode, haplótipos, morfometria geométrica.
Morphological characters have been traditionally used in taxonomy to identify species. Nevertheless, the morphological approach has intrinsic limitations, mainly due to the difficulties in detecting cryptic species. Therefore, the use of integrative taxonomy has expanded in recent years and allows to integrate all available data sources to assess the actual diversity of a taxon. In this context, the present study aimed to evaluate the diversity of the genus Nematocharax (Characiformes, Characidae), which includes a single valid species (N. venustus), by chromosomal, molecular and morphometric markers, in order to evaluate the taxonomic status of this group. The analyses were performed in seven populations of the Contas, Almada and Jequitinhonha river basins. Cytogenetic data revealed a karyotype macrostructure conserved in all populations with diploid number equal to 50, karyotype formula composed of 8m+26sm+14st+2a and fundamental number equal to 98, regardless of sex or location. However, a considerable variation in the distribution of repetitive sequences was observed, especially in relation to the 5S rDNA inasmuch as specific chromosomal markers were identified for each population. According to the sequence analysis of the mitochondrial gene Cytochrome C Oxidase Subunit I (COI) by DNA barcoding, the interpopulational differences ranged from 0 to 7.5%, and four groups were supported by bootstrap values ≥ 99% in the Neighbor-Joining tree. Morphometric differences were found among the populations, mainly related to body height, head height and length and eye diameter. The population of the Upper Contas river was the most divergent one, both in morphometric as in genetic data, suggesting the presence of a new species of Nematocharax that may have settled in after the uplift of the Chapada Diamantina. Factors such as sexual selection, fast life cycle, narrow dispersal rate and isolation of the basins might have favored the rapid evolutionary divergence among the populations. Thus, these data show the presence of unique evolutionary units in N. venustus, with putative occurrence of a set of cryptic forms. Additionally, we show that the hydrographic basins of the eastern Atlantic region, heavily modified by human activities, are priority areas for biological conservation.
Ichthyofauna, double-FISH, DNA barcode, haplotypes, geometric morphometrics.
1
105
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Contexto

GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO
GENÉTICA
DIVERSIDADE E ENDEMISMO DA ICTIOFAUNA DA BAHIA: ABORDAGEM CITOTAXONÔMICA E MOLECULAR

Banca Examinadora

DEBORA DINIZ BEZERRA
Sim
Nome Categoria
MARCELO CERVINI Docente
MARCELO DE BELLO CIOFFI Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não