Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Ciências e Biotecnologia (31003010079P0)
ALGA MARINHA VERMELHA Acanthophora spicifera COMO FONTE DE NOVOS PROTÓTIPOS COM ATIVIDADES FARMACOLÓGICAS
CAIO CESAR RICHTER NOGUEIRA
DISSERTAÇÃO
29/01/2015

As algas vermelhas são conhecidas como excelentes produtoras de substâncias halogenadas, como os sesquiterpenos, bromofenóis e monoterpenos. Dentre essas, os produtos naturais isolados de algas dos gêneros da família Rhodomelaceae têm demonstrado uma diversificada atividade biológica. A alga marinha Acanthophora spicifera J.V. Lamouroux pertence à divisão Rhodophyta, possui fácil identificação taxonômica e se encontra em abundância na costa brasileira, entretanto, pouco se conhece sobre a química de seus produtos. Portanto, o presente estudo possui como objetivo investigar as atividades biológicas (antiradicalar e antiviral) e o perfil químico dos extratos da alga vermelha Acanthophora spicifera . A macroalga A. spicifera foi coletada na Orla Bardot, Búzios, RJ, e seus extratos preparados de forma sequencial, exaustiva e em solventes de polaridade crescente. Para avaliação do perfil químico foi utilizada a cromatografia de camada delgada. Nos testes de atividade antiradicalar foi utilizado o radical DPPH e nos testes de avaliação da atividade Anti-HIV-1 foi utilizado o método de dosagem de p24 no sobrenadante das culturas tratadas. Os extratos da alga vermelha A.spicifera demonstraram possuir um perfil químico diferente, entretanto, com predominância de esteróis. Na atividade antiradicalar, os extratos preparados em diclorometano, acetato de etila e acetona demonstram um valor de EC50 de 712, 630 e 603 μg/mL, respectivamente. Para a atividade antiviral os extratos preparados em diclorometano, acetato de etila, acetona e metanol, quando testados na concentração de 50μg/mL, demonstraram um percentual de inibição de 40, 59, 46 e 35%, respectivamente. Portanto, o extrato preparado em acetato de etila da alga A. spicifera demonstrou uma interessante atividade antiradicalar e antiviral (HIV-1), podendo ser fonte de novas pesquisas para atividades biológicas.

Acanthophora spicifera, Produtos Naturais, Atividade Anti-HIV, Atividade Antiradicalar
The red seaweeds are known as excellent producers of halogenated substances, such as sesquiterpenes, bromophenols and monoterpenes. Among these, the products isolated from seaweeds of the genera from Rhodomelaceae family have shown a diverse biological activity. The marine red seaweed Acanthophora spicifera J.V. Lamouroux belongs to Rhodophyta division, has easy taxonomic identification and is in abundance in the Brazilian coast, however, little is known about the chemistry of its products. Therefore, the present study has as objective to investigate the biological activities (radical scavenging and antiviral activities) and the chemical profile of extracts from the red seaweed A. spicifera. The macroalgae A. spicifera was collected in Orla Bardot, Buzios, RJ and its extracts prepared exhaustively and in increasing polarity. To evaluate the chemical profile was used to thin layer chromatography. In antiradical activity tests were used the DPPH and to evaluation tests of Anti-HIV-1 activity we used the p24 assay method in the supernatant of treated crops. The extracts of red seaweed A.spicifera shown to have a different chemical profile, however, with a predominance of sterols. The antiradical activity in extracts prepared in dichloromethane, ethyl acetate and acetone showed an EC50 of 712, 630 and 603 μg/mL, respectively. For the antiviral activity of the extracts prepared in dichloromethane, ethyl acetate, acetone and methanol, when tested at a concentration of 50 mg/mL, showed an inhibition percentage of 40, 59, 46 and 35%, respectively. Therefore, the extract prepared in ethyl acetate of the red seaweed Acanthophora spicifera showed an interesting antiradical and antiviral (HIV-1) activity, can be a source of new research for biological activities.
Acanthophora spicifera, Natural Products, Anti-HIV Activity, Radical Scavenging Activity.
01
80
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA - INTERAÇÕES MOLECULARES, CELULARES E SISTÊMICAS
A IDENTIFICAÇÃO DE PROTÓTIPOS BIOATIVOS E MOLÉCULAS DE IMPORTÂNCIA EM SISTEMAS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
FICOLOGIA APLICADA : O USO DE PRODUTOS NATURAIS DE ALGAS MARINHAS COM POTENCIAL BIOTECNOLÓGICO

Banca Examinadora

VALERIA LANEUVILLE TEIXEIRA
Não
Nome Categoria
CLAUDIO CESAR CIRNE DOS SANTOS Participante Externo
THAISA FRANCIELLE SOUZA DOMINGOS Participante Externo
HELENA CARLA CASTRO CARDOSO DE ALMEIDA Docente

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-FAPERJ - Cientista do Nosso Estado 24

Vínculo

-
-
-
Não