Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA
GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO (28006011009P8)
MORFOMETRIA GEOMÉTRICA APLICADA A ESTUDOS POPULACIONAIS EM DUAS ESPÉCIES DO GÊNERO GYNAIKOTHRIPS (THYSANOPTERA: PHLAEOTHRIPIDAE)
PRISCILA PAREDES DOS SANTOS
DISSERTAÇÃO
30/03/2015

A família Phlaeothripidae é a maior família da ordem Thysanoptera da qual fazem parte as espécies Gynaikothrips uzeli e Gynaikothrips ficorum. Estas espécies atacam plantas do gênero Ficus, apresentam ampla distribuição geográfica e são considerados por muitos um complexo de espécies por possuírem grande semelhança morfológica. Assim o objetivo deste estudo foi estudar por meio do uso da morfometria geométrica a variação geográfica em populações de Gynaikothrips uzeli. Adicionalmente, foi testado se é possível diferenciar as espécies G. uzeli e G. ficorum e verificar se há diferenças na forma da asa entre os sexos nessas espécies. Para a análise da variação geográfica, foram coletadas 2.600 fêmeas em treze cidades do Estado da Bahia. A partir da análise dos componentes principais foi possível verificar diferenças morfológicas na forma da asa entre as populações. A diferença na variação morfológica encontrada entre as populações pode ser resultado da baixa capacidade de dispersão desses indivíduos. Para realizar a análise das asas entre os sexos, foram coletados 200 indivíduos, tanto da espécie G. uzeli quanto da espécie G. ficorum, sendo 100 fêmeas e 100 machos. Na análise dos componentes principais foi possível verificar que existem diferenças na forma da asa nos sexos nestas espécies. Por fim, para a distinção entre as espécies foram coletadas 200 fêmeas, sendo 100 de G. uzeli e G. ficorum. A análise dos componentes principais revelou que através da forma da asa é possível separar estas espécies morfologicamente muito parecidas.

morfometria geométrica, variação geográfica, análise de componentes principais, morfologia da asa.
The Phlaeothripidae family is the largest family Thysanoptera order that consists of the Gynaikothrips uzeli and Gynaikothrips ficorum species. These species attack the genus Ficus plants, have widespread and are considered by many a species complex due to have great morphological similarity. So the aim of this study was to study through the use of geometric morphometric the geographic variation in populations of Gynaikothrips uzeli. Additionally, it was tested whether it is possible to differentiate the species G. ficorum and G. uzeli and check for sexual dimorphism in these species. For the analysis of the geographic variation were collected 2,600 females in thirteen cities in the state of Bahia. From the analysis of the main components we observed morphological differences in wing shape between populations. The difference in the morphological variation found between populations may be a result of low dispersal ability of these individuals. To perform the analysis for sexual dimorphism, were collected 200 individuals of both species G. uzeli as the species G. ficorum, 100 females and 100 males. In principal components analysis we found that there is sexual dimorphism in these species. Finally, to the distinction between the species were collected 200 females, 100 of G. uzeli and G. ficorum. The principal component analysis revealed that through the wing shape is possible to separate these species morphologically very similar.
geometric morphometric, geographic variation, principal component analysis, wing morphology.
1
47
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Contexto

GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO
BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO
Thysanoptera da Bahia: uma abordagem sob a perspectiva da taxonomia integrativa

Banca Examinadora

JUVENAL CORDEIRO SILVA JUNIOR
Sim
Nome Categoria
LUCIO ANTONIO DE OLIVEIRA CAMPOS Participante Externo
ADRIANO CAVALLERI Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não