Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA
GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO (28006011009P8)
ANÁLISE MELISSOPALINOLÓGICA E RECURSOS POLÍNICOS UTILIZADOS POR Melipona mondury Smith 1863 (Hymenoptera: Apidae) NA MATA ATLÂNTICA NO ESTADO DA BAHIA
ZALINE DOS SANTOS LOPES
DISSERTAÇÃO
31/03/2015

O domínio morfoclimático Mata Atlântica, característica do litoral do Brasil é considerada uma das mais biodiversas do mundo, apresentando inúmeros grupos vegetais considerados fontes de recursos tróficos para espécies de abelhas sem ferrão da subtribo Meliponina, a exemplo de Melipona mondury que ocorrem em alguns dos estados brasileiros inclusos neste domínio. Com a crescente demanda de planos de conservação da cobertura vegetal da Mata Atlântica, faz-se necessário compreender melhor a interação dos meliponíneos com as plantas. Assim, o presente trabalho teve como objetivo realizar análises melissopalinológicas e identificação das preferências de recursos vegetais (poliníferas) utilizados por M. mondury no estado da Bahia, visando a sua utilização na meliponicultura e em planos de recuperação de áreas degradadas da Mata Atlântica. O estudo foi desenvolvido no período de setembro de 2013 à novembro 2014. Para a coleta de dados foram realizadas expedições mensais ao meliponário implantado em um fragmento de Mata Atlântica em região antropizada, onde foram coletadas e identificadas amostras do pólen, mel, cargas polínicas, e plantas em floração. Um total de 24 famílias, 43 gêneros e 45 espécies de plantas, componentes do pasto meliponícola para M. mondury foram identificadas. As famílias com maior riqueza de espécies foram: Asteraceae (23%), Fabaceae (14%), Anacardiaceae (5%), Myrtaceae (5%) e Melastomataceae (4%). Nas análises melissopalinológicas foram visualizados 44 morfotipos polínicos classificados em 16 famílias nas amostras de mel, e 40 morfotipos distribuídos em 15 famílias nas amostras de potes de pólen. O tipo Miconia I (Melastomataceae) foi predominante em ambos materiais analisados. Nas cargas polínicas foram identificados 35 morfotipos, distribuídos em 12 famílias botânicas e 27 gêneros, sendo o tipo Miconia I (35.36%), classificado como pólen dominante. Os picos de atividade de forrageamento foram às 06:00 da manhã e 14:00 da tarde, destaque para Solanum sp. que esteve presente em qualquer período do dia. A composição vegetal da região é diversificada, com predominância de espécies arbóreas como, Melastomataceae, Myrtaceae e Fabaceae, que encontram-se disponíveis durante vários meses do ano, e assim consideradas importantes recursos tróficos para as abelhas. Como resultado, o mel e o pólen das abelhas estudadas foram classificados como poliflorais. Esses dados demonstram a capacidade de interação M. mondury com varias espécies vegetais e ressaltam a importância da conservação desses insetos na manutenção de serviços ambientais e processos ecológicos da Mata Atlântica.

abelha, Meliponini, melissopalinologia, recursos vegetais, conservação, Mata Atlântica.
The Atlantic Forest morphoclimatic domain typical of Brazilian coast is regarded as one of the most biodiverse areas worldwide with several plant groups that serve as foods sources to stingless bees of subtribe Meliponina, such as Melipona mondury that inhabits Atlantic forest regions in some Brazilian states. Since conservation plans of forest cover in this region are highly needed, a better understanding about the interaction between stingless bees and plants ais required. Thus, this study aimed to make melissopalinological analyses and identification of preferences of plant resources (polliniferous) by M. mondury in the state of Bahia, in order to be used in beekeeping and restoration plans of degraded areas in Atlantic forest. The study was carried out from September 2013 to November 2014. Data were collected from monthly field trips to the meliponary established in an Atlantic Forest fragment, in which samples of pollen, honey, pollen loads and flowering plants were collected and identified. A total of 24 families, 43 genera and 45 plant species that compose the plant resources of M. mondury, were identified. The families with the highest species richness were: Asteraceae (23%), Fabaceae (14%), Anacardiaceae (5%), Myrtaceae (5%) and Melastomataceae (4%). In melissopalinological analysis, 44 pollen morphotypes were observed and classified into 16 families within honey samples, and 40 morphotypes from 15 families were identified in pollen pots. The Miconia I type (Melastomataceae) was predominant in both analyzed materials. In pollen loads collected, 35 morphotypes were identified, distributed in 12 botanical families and 27 genera, where the type Miconia I (35.36%) was classified as dominant pollen. The peaks of foraging activities were observed at 06:00 am and 14:00 pm, being Solanum sp. present at any time. The plant composition of the region is diverse, with a predominance of tree species like Melastomataceae, Myrtaceae and Fabaceae, which are available for several months, and thus considered important food resources for the bees. As a result, the honey and pollen of bees in this región can be classified as polifloral. These data reveal the interaction abilities of M. mondury with several vegetal species and highlight the importance of conserving these insects to maintain environmental services and ecological processes in Atlantic forest.
bee, Meliponini, melissopalynology, plant resources, conservation, Atlantic Forest.
1
111
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Contexto

GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO
BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO
Programa de fomento à formação de recursos humanos em Monitoramento, Bioprodução e Recuperação de Áreas Degradadas no Estado da Bahia por meio da criação do PRH-PB 211

Banca Examinadora

ANA MARIA WALDSCHMIDT
Sim
Nome Categoria
ROGERIO MARCOS DE OLIVEIRA ALVES Participante Externo
SUZANE BOTH HILGERT MOREIRA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
PETROLEO BRASILEIRO S A PETROBRAS - Programa Petrobras de Formação de Recursos Humanos 24

Vínculo

-
-
-
Sim