Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
ECONOMIA (40004015007P7)
A Dinâmica da Inserção Brasileira no Comércio Internacional nos Anos 2000 : uma análise por conteúdo tecnológico
TOMAS AMARAL TOREZANI
DISSERTAÇÃO
15/02/2013

O presente trabalho objetiva analisar a dinâmica dos fluxos comerciais brasileiros por intensidade tecnológica no período 2000-2011. O estudo é empreendido tanto no âmbito nacional quanto no âmbito subnacional (por unidades da federação). Argumenta-se que a tecnologia desempenha papel essencial na determinação da competitividade e das trajetórias de crescimento e desenvolvimento econômicos de longo prazo de uma nação, e que a direção para a qual caminha a estrutura produtiva de um país pode ser observada a partir de sua pauta comercial e de seu padrão tecnológico. Os dados exibidos nesta dissertação mostraram que o Brasil, ao longo dos anos 2000, figurou como exportador de produtos de baixo conteúdo tecnológico e importador de produtos intensivos em tecnologia. Ademais, a análise revelou a existência de grande heterogeneidade territorial e concentração geográfica dos fluxos comerciais brasileiros, verificando-se que os estados das regiões Sul e Sudeste concentram a maior parte tanto das exportações quanto das importações brasileiras em todos os grupos tecnológicos estudados. A análise empreendida legou as constatações de que, no decorrer dos anos 2000, a economia brasileira se especializou em setores de baixo conteúdo tecnológico com vantagens comparativas clássicas, comprometendo-se a competitividade do país a longo prazo e definindo-se um padrão comercial perverso, ou seja, de baixa qualidade, caracterizado por déficits em setores intensivos em tecnologia e pouca sofisticação da pauta exportadora. Todavia, dado a estrutura produtivacomercial brasileira exibir grande diversidade, o Brasil poderia reverter essa tendência indesejada com investimentos voltados em setores específicos para dinamizar o seu desenvolvimento industrial e melhorar a qualidade de sua inserção externa.

Comércio Internacional. Tecnologia. Competitividade. Especialização Produtiva. Economia Brasileira.
This dissertation aims to analyze the dynamics of Brazilian trade flows concerning to the period 2000-2011 from a technological perspective. The study refers to both national and subnational (by states) levels. It is argued that technology plays an essential role in determining the competitiveness and the trajectory of economic growth, as well as long-term development of a nation, and that the direction towards which moves a country‟s productive structure can be deduced from the perspective of its commercial basket and its technological standard. The data shown in this work demonstrate that Brazil, over the 2000s, figured as exporter of low technological contents and importer of technology intensive products. Furthermore, the analysis revealed the existence of large territorial heterogeneity and geographical concentration of Brazilian trade flows, and it was found that the states of the South and Southeast regions concentrate most of both Brazilian‟s exports and imports of all technological groups studied. The analysis undertaken bequeathed the findings that, during the 2000s, Brazilian economy has specialized in low-tech sectors with classical comparative advantages, committing the country's competitiveness in the long term and defining a perverse pattern of trade, i.e., of low quality, characterized by deficits in high-tech sectors and little sophistication of export basket. However, since Brazilian productive and commercial structures shows great diversity, the nation could reverse this undesirable trend with targeted investments in specific sectors to boost industrial development and improve the quality of its international insertion.
International Trade. Technology. Competitiveness. Productive Specialisation. Brazilian Economy.
1
169
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

TEORIA ECONÔMICA
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
AS TRANSFORMAÇÕES RECENTES NA ESTRUTURA SOCIOECONÔMICA DO ESTADO DO PARANÁ: UMA ANÁLISE MULTIDIMENSIONAL

Banca Examinadora

ANTONIO CARLOS DE CAMPOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LUIZ ALBERTO ESTEVES Participante Externo
JAIME GRACIANO TRINTIN Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 12

Vínculo

-
-
-
Não