Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
MEDICINA (OTORRINOLARINGOLOGIA) (33009015018P0)
Marcadores Inflamatórios em Tonsilas Palatinas de Crianças com Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono
VITOR GUO CHEN
DISSERTAÇÃO
29/04/2015

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é caracterizada por episódios repetidos de obstrução da via aérea superior, sendo o principal fator de risco na infância a hipertrofia adenotonsilar. Os linfócitos das tonsilas palatinas e faríngeas são responsáveis pela resposta imune local e sistêmica. Objetivo: dosar os marcadores inflamatórios, IL-1β, IL-4, IL-6, IL-8, IL-10, IL-15, TNF-α, PCR e α-1GP, nas tonsilas palatinas de crianças com SAOS. Método: Foram avaliados prospectivamente 34 crianças com queixa de ronco, dificuldade respiratória durante o sono ou tonsilites de repetição. Os pacientes foram submetidos ao exame otorrinolaringológico completo, nasofibroscopia e polissonografia e divididos em 2 grupos com 17 crianças cada: SAOS e controle. Todas foram submetidas à adenotonsilectomia. Foram dosadas as citocinas nas tonsilas palatinas coletadas. Resultados: Com diferenças estatisticamente significantes, estavam aumentadas as citocinas IL-8 e IL-10 nos pacientes com SAOS em relação ao grupo controle e PCR e α1-GP na região cortical das tonsilas de crianças com SAOS comparado com a região medular. Não houve diferenças estatisticamente significantes para o restante dos mediadores. Conclusão: Após análise dos níveis dos marcadores pró e anti-inflamatórios nas tonsilas palatinas, pudemos observar níveis mais elevados dos marcadores IL-8 e IL-10 nos pacientes pediátricos com SAOS.

mediadores da inflamação, apneia do sono tipo obstrutiva, tonsila palatina, criança
The Obstructive Sleep Apnea (OSA) is characterized by repeated episodes of upper airway obstruction, associated with intermittent hypoxia and hypercapnia and the main risk factor in childhood is adenotonsillar hypertrophy. The lymphocytes in these structures are responsible for local and systemic immune response. Objective: dose the inflammatory markers, IL-1β, IL-4, IL-6, IL-8, IL-10, IL-15, TNF-α, CPR and α1-GP, in the tonsils of children with OSA. Method: We studied prospectively 34 children who complained of snoring, difficulty breathing during sleep or recurrent tonsillitis. Patients underwent a complete ENT examination, nasal endoscopy and polysomnography and divided into two groups with 17 children each: OSA and Control. All underwent adenotonsillectomy. Cytokines were measured in the collected tonsils (ELISA and Multiplex methods). Results: With statistically significant differences were increased IL-8 and IL-10 cytokines in patients with OSA compared to control group and CRP and α1-GP in the cortical region of the tonsils of children with OSA compared with the medullary region. There were no statistically significant differences for the remainder of the mediators. Conclusion: After the analysis of the levels of pro and anti-inflammatory markers in the tonsils, we observed higher levels of markers IL-8 and IL-10 in pediatric patients with OSAS.
inflammation mediators, sleep apnea, palatine tonsil, child.
1
58
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS OTORRINOLARINGOLÓGICAS E BASE DE CRÂNIO
-
-

Banca Examinadora

REGINALDO RAIMUNDO FUJITA
DOCENTE - PERMANENTE
Não
Nome Categoria
FABIANA CARDOSO PEREIRA VALERA Participante Externo
SHIRLEY SHIZUE NAGATA PIGNATARI Docente - PERMANENTE

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Não