Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ( BOTUCATU )
ZOOTECNIA (33004064048P2)
EFEITO DA INOCULAÇÃO DE PROBIOTICO IN OVO SOBRE A MORFOMETRIA INTESTINAL E CONTROLE DE Salmonella Enteritidis
BRUNA BOARO MARTINS
DISSERTAÇÃO
10/04/2015

EFEITO DE DIFERENTES VIAS DE APLICAÇÃO DE PROBIÓTICO SOBRE O DESEMPENHO DE FRANGOS DE CORTE Resumo ¿ Com o objetivo de avaliar o desempenho zootécnico, a biometria entérica e o rendimento de carcaça e cortes comerciais de frangos de corte, um experimento foi realizado com 720 pintos machos, de um dia de idade da linhagem Cobb ® , com densidade populacional de 12 aves/m 2 . O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 3 tratamentos e 8 repetições de 30 aves cada. Os tratamentos foram: T1 (controle): pintos provenientes de ovos vacinados in ovo no 18º dia de incubação contra a doença de Marek ; T2: pintos provenientes de ovos inoculados com probiótico no 18º dia de incubação utilizando como diluente a vacina de Marek; T3: pintos provenientes de ovos vacinados in ovo no 18º dia de incubação contra a doença de Marek e pulverizados ao nascimento com solução contendo probiótico. Foi avaliado o ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e viabilidade aos 7, 21, 35 e 42 dias de idade; e índice de eficiência produtiva ao final do período de criação. As análises de biometria entérica foram realizadas ao nascimento, 7, 21, 35 e 42 dias de idade, sendo utilizado 15 aves por tratamento, totalizando 45 aves por abate. Aos 42 dias de idade para as análises de rendimento de carcaça foram coletadas, ao acaso, 25 aves por tratamento. Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. A conversão alimentar na fase pré-inicial de criação, apresentou diferença; sendo que as aves submetidas à inoculação de probiótico in ovo apresentaram melhor conversão alimentar quando comparado com as aves que receberam probiótico pulverizado via spray, mas sem diferirem do tratamento controle. Aos 21 dias de idade observou-se diferença no comprimento do segmento de jejuno, sendo os maiores comprimentos encontrados no tratamento in ovo, porém sem diferir do tratamento pulverizado via spray. O uso de probiótico não influenciou o rendimento de carc aça e cortes comerciais. Assim, a utilização de probióticos apresentou melhor conversão alimentar para as aves submetidas à inoculação de probiótico in ovo na primeira semana pós-eclosão, e atuou na biometria entérica aos 21 dias de idade. HISTOMORFOMETRIA E ULTRAESTRUTURA DA MUCOSA INTESTINAL EM FRANGOS DE CORTE SUBMETIDOS A DIFERENTES VIAS DE APLICAÇÃO DE PROBIÓTICO E DESAFIADOS COM Salmonella Enteritidis Resumo ¿ Com o objetivo de avaliar histomorfometria, a integridade entérica de frangos de corte e a eficácia do probiótico frente ao desafio com Salmonella Enteritidis, foram alojados 720 pintos em aviário experimental e 45 pintos em infectório, machos, de um dia, da linhagem Cobb ® . O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 3 tratamentos para ambos os estudos, constando 8 repetições de 30 aves cada para a avaliação sem desafio e de 15 aves cada para a avaliação com desafio. Foram utilizadas amostras de Salmonella Enteritidis e as aves foram desafiadas por inoculação intraesofágica, no 3 o dia de idade. Os tratamentos foram : T1 (controle): pintos provenientes de ovos vacinados in ovo no 18º dia de incubação contra a doença de Marek; T2: pintos provenientes de ovos inoculados com probiótico no 18º dia de incubação utilizando como diluente a vacina de Marek; T3: pintos provenientes de ovos vacinados in ovo no 18º dia de incubação contra a doença de Marek e pulverizados ao nascimento com solução contendo probiótico. Foram utilizadas 15 aves por experimento nas diversas fases estudadas, para as análises histomorfométricas, contagem do número de células, integridade intestinal e avaliação microbiológica. Os resultados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%, sendo os dados de contagem de células e análise microbiológica submetidos a teste de Kruskal-Wallis. O probiótico influenciou a contagem do número de células caliciformes, porém sem alterar a morfometri a e o número de enterócitos. A integridade da mucosa cecal das aves submetidas aos tratamentos com probiótico mostrou-se melhor preservada quando comparada a mucosa cecal das aves do tratamento controle. A avaliação microbiológica do conteúdo cecal aos 7 dias de idade, mostrou que o tratamento com probiótico pulverizado via spray apresentou menor contagem para Salmonella spp. quando comparado com os demais tratamentos. A utilização de probiótico melhorou a integridade da mucosa cecal de frangos de corte nas diferentes fases de criação e mostrou maior eficácia em estabelecer microbiota protetora no controle de Salmonella Enteritidis aos 7 dias de idade.

1. Frango de corte. 2. Salmonella interitides - Controle. 3. Probióticos. 4. Inoculação. 5. Sistema gastrointestinal
EFFECTS OF DIFFERENT ROUTES OF ADMINISTRATION OF PROBIOTICS ON BROILER PERFORMANCE A trial was conducted to evaluate broiler performance, intestinal biometric parameters, carcass and commercial cuts yield. Day-old male Cobb ® chicks (720; stocking density 12 birds/m 2 ) were allotted to one of three treatments (T1, T2 and T3; eight replications per treatment; 30 birds per pen) in a completely randomized design. Chicks were vaccinated in ovo against Marek¿s disease on day 18 of incubation (T1, control), inoculated in ovo with probiotics diluted in Marek¿s disease vaccine on day 18 of incubation (T2), or vaccinated in ovo against Marek¿s disease on day 18 of incubation and sprayed with probiotic solution at hatching (T3). Weight gain, feed intake, feed conversion rate (FCR) and livability were evaluated at 7, 21, 35 and 42 days of age; production efficiency factor was determined at the end of the rearing period. Intestinal biometric analysis (15 birds per treatment; 45 birds per slaughter) was performed at hatching and at 7, 21, 35 and 42 days of age; 42 day-old birds (25 birds per treatment) were randomly selected for carcass yield determination. Data were analyzed using analysis of variance and means compared using the Tukey test at a 5% significance level. In the pre-starter phase, birds submitted to T2 had significantly higher FCR than birds submitted to T3, but similar FCR to birds submitted to T1 (control). At 21 days of age, birds submitted to T2 or T3 had significantly longer jejunal segments than birds submitted to T1 (control). Probiotic inoculation in ovo improved feed conversion rates in the first week of life and affected intestinal biometric parameters at 21 days of age. Probiotic treatment had no impact on carcass or commercial cuts yield. Keywords: alternative feed additives, b roilers, competitive exclusion, gastrointestinal tract, in ovo nutrition. HISTOMORPHOMETRIC AND ULTRASTRUCTURAL ANALYSIS OF INTESTINAL MUCOSA OF BROILERS SUBMITTED TO PROBIOTIC TREATMENT BY DIFFERENT ROUTES AND CHALLENGED WITH Salmonella Enteritidis This study evaluated intestinal integrity and histomorphometric aspects of broilers treated with probiotics and compared the efficacy of probiotics in broilers challenged or not with Salmonella Enteritidis. Day-old male Cobb ® chicks were housed in experimental poultry house or quarantine facilities (n=720 and n=45 respectively); all chicks were assigned to one of three treatments, with eight replications per treatment and 30 (non-challenged) or 15 (challenged) birds per pen in a completely randomized design. Treatments consisted of vaccination in ovo against Marek¿s disease on day 18 of incubation (T1, control), inoculation in ovo with probiotics diluted in Marek¿s disease vaccine on day 18 of incubation (T2), or vaccination in ovo against Marek¿s disease on day 18 of incubation and spraying with probiotic solution at hatching (T3). Birds were challenged via intraesophageal inoculation of Salmonella Enteritidis samples at 3 days of age. Fifteen challenged and 15 non-challenged birds (5 birds per treatment group respectively) were submitted to histomorphometric analysis, cell counting, intestinal integrity determination and microbiological assessment at the different time points considered. Data were treated using analysis of variance and means compared using the Tukey test (5% significance level); cell counting and mi crobiological data were analyzed using the Kruskal-Wallis test. Probiotic treatment affected goblet cell counts, but not enterocyte counts and morphometry. Cecal mucosa integrity was better preserved in probiotic treated birds compared to birds submitted t o the control treatment. Microbiological analysis of cecal contents at 7 days of age revealed significantly lower Salmonella spp. counts in birds submitted to T3 than in birds submitted to T2 or T1 (control). Probiotic treatment enhanced cecal mucosa integrity of broilers at different stages of rearing and was more effective in fostering the establishment of microbiota protective against Salmonella Enteritidis at 7 days of age. Keywords: broilers, competitive exclusion, enterocytes, goblet cells, trophic agen.
Keywords: alternative feed additives, b roilers, competitive exclusion, gastrointestinal tract, in ovo nutrition. Keywords: broilers, competitive exclusion, enterocytes, goblet cells, trophic agen.
01
81
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ( BOTUCATU )
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

NUTRICAO E PRODUCAO ANIMAL
DESEMPENHO ANIMAL E SUSTENTABILIDADE
PRODUÇÃO, MANEJO PRÉ E PÓS ABATE, RENDIMENTO DE CARCAÇA E QUALIDADE DE CARNES EM FRANGOS DE CORTE

Banca Examinadora

ARIEL ANTONIO MENDES
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
EDIR NEPOMUCENO DA SILVA Participante Externo
ADRIANO SAKAI OKAMOTO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DE SAO PAULO - Bolsa de Mestrado 19
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado no País GM 5

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim