Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
LETRAS (23002018004P7)
O ensino de Língua Portuguesa no curso de Letras/UERN: discurso sobre leitura, escrita e gramática
MARIA GRACELI DE LIMA
DISSERTAÇÃO
24/08/2012

A presente pesquisa tem como objeto de estudo os discursos sobre leitura, escrita e gramática, no contexto da disciplina voltada para as Metodologias de Ensino de Língua Portuguesa (MELPs), na UERN. Investiga, assim, a compreensão de professores de Didática da Língua Portuguesa (DLP), do Campus Avançado Profª Maria Elisa de A. Maia – CAMEAM, e do Campus Central, acerca do ensino da Língua, tendo em vista suas percepções sobre as práticas de ensino de leitura, de escrita e de gramática. Para tanto, fundamentamo-nos em estudos realizados por Geraldi (1996; 1997), Travaglia (2008), Solé (1998), Kleiman (2009), Mendonça (2006b) e Antunes (2003; 2007; 2009), entre outros pesquisadores, a fim de darmos conta de questões sobre ensino, língua, leitura, escrita e gramática. Metodologicamente, a pesquisa orienta-se pelos estudos de Bodgan e Biklen (1994), Lüdke e André (1986), Triviños (1987), May (2004), Alves-Mazzotti e Gewandsnajder (1998), Gressler (2004), Gil (2008), Lakatos e Marconi (1991), Cervo e Bervian (2002), entre outros. Cabe ressaltar que, indutivamente, a nossa fundamentação teórica foi sendo construída basicamente a partir dos dados coletados durante a pesquisa. A análise, de base qualitativa/interpretativista, dos discursos dos professores de DLP, materializados nos Programas Geral do Componente Curricular (PGCCs) e nas entrevistas semiestruturadas que constituem o nosso corpus, permitiu-nos constatar que o ensino da Língua Portuguesa é compreendido pelas professoras formadoras numa perspectiva que põe em relevo a interação social, uma vez que as práticas de linguagem são percebidas semelhantemente por elas da seguinte forma: (i) a leitura é percebida enquanto produto da interação social, em que o sentido do texto é construído levando-se em conta, além do autor e do leitor, os diferentes contextos socioculturais e, ainda, a ativação dos diversos tipos de conhecimento; (ii) a escrita é entendida enquanto atividade processual de produção de textos - produto de uma série de revisões - e baseada nos gêneros textuais; e (iii) a gramática é pensada numa visão interacional, atentando-se para a prática da análise linguística como forma de se trabalhar os fenômenos linguísticos, levando-se em conta os efeitos de sentido no texto e os usos da língua. E que o ensino dessas práticas constitui o enfoque dado à disciplina, como foi evidenciado nos planos de ensino das professoras.

Ensino. Língua Portuguesa. Leitura. Escrita. Gramática.
The present research has as object of study the discourses about reading, writing and grammar in the context of the discipline directed to the methodologies of Portuguese language teaching at UERN. It investigates, thus, the comprehension that professors of Didactic of Portuguese Language from the “Campus Avançado Profª Maria Elisa de A. Maia – CAMEAM” and from the “Campus Central” have about language teaching, considering their perceptions about the teaching practices of reading, writing and grammar. To do so, we’re based on studies developed by Geraldi (1996; 1997), Travaglia (2008), Solé (1998), Kleiman (2009), Mendonça (2006b), and Antunes (2003; 2007; 2009), among others researchers, so that we can cover all the questions related to teaching, language, reading, writing and grammar. Methodologically, the research is oriented by the following studies: Bodgan and Biklen (1994), Lüdke and André (1986), Triviños (1987), May (2004), Alves-Mazzotti and Gewandsnajder (1998), Gressler (2004), Gil (2008), Lakatos and Marconi (1991), Cervo and Bervian (2002), among others. It’s important to highlight that, inductively, our theoretical foundation was being constructed basically through data collected during the research. Based on the qualitative/interpretative principles, the analysis of professor’s discourses of Didactic of Portuguese language, materialized in the PGCCs and in the semistructured interviews which constitute our corpus, allows to verify that the Portuguese language teaching is understood by teacher educators in a perspective that highlight the social interaction, since the practices of language are perceived similarly by them: (i) the reading is perceived as a product of the social interaction, in which the sense of the text is constructed taking into account, besides the author and the reader, the different socio-cultural contexts and also the activation of several kinds of knowledge; (ii) the writing is understood as a procedural activity of text production – the product of a series of revisions – and based on the textual genres; and (iii) the grammar is thought in a interactional perspective, paying attention to the practice of linguistic analysis as a way of working the linguistic phenomena, taking into account the effects of sense in the text and the language usages. And that teaching these practices constitutes a focus given to the discipline, as was evidenced in the professors’ teaching plans.
Teaching. Portuguese Language. Reading. Writing. Grammar
1
126
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ESTUDOS DO DISCURSO E DO TEXTO
TEXTO, ENSINO E CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS
Disciplinas das licenciaturas voltadas para o ensino de Língua Portuguesa - PROCAD/CAPES entre USP, UFMA e UERN/2008

Banca Examinadora

MARIA LUCIA PESSOA SAMPAIO
Sim
Nome Categoria
ROSANGELA MARIA BESSA VIDAL Docente
MARIA DO SOCORRO MAIA FERNANDES BARBOSA Docente
MARIA DA CONCEICAO C DE MEDEIROS GONCALVES MATOS FLORES Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim