Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
TRAJETÓRIA DA CRIAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DA OUVIDORIA DA COORDENADORIA REGIONAL DE SAÚDE SUL DA CIDADE DE SÃO PAULO
MARCO ANTONIO DOS SANTOS
DISSERTAÇÃO
30/07/2014

Santos MA. Trajetória da Criação e Implantação da Ouvidoria da Coordenadoria Regional de Saúde Sul da cidade de São Paulo [dissertação]. [São Paulo (SP)]: Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Enfermagem; 2014. 90 f. Estudo histórico documental sobre a criação e implantação da Ouvidoria da Coordenadoria Regional de Saúde Sul, que está subordinada à Secretaria Municipal de Saúde da cidade de São Paulo. O marco inicial da pesquisa foi posicionado em 2001, quando a Ouvidoria Geral da cidade de São Paulo foi instituída por meio do Decreto nº 40.248, de 21 de janeiro desse mesmo ano. O recorte final foi posicionado no ano de 2010, quando a 15ª Conferência Municipal de Saúde propôs, pela primeira vez, resolução especifica para ser implementada pelas Ouvidorias, consolidando, ao tempo que lhes prescreveu ações, sua inserção e participação nos mecanismos de controle social. Como fontes diretas, foram utilizadas as documentações disponíveis no acervo institucional, como atas, regimentos, fichas de atendimento, memorandos, ofícios, correspondências eletrônicas, livros de registro de queixas, mapas e relatórios estatísticos. A análise foi efetuada a partir do fichamento de cada documento e sua organização em banco de dados físico correspondente à organização e arquivamento das fontes documentais em dispositivos apropriados, empregando-se codificação alfanumérica. As fichas foram então submetidas a análise temática e agrupadas por similaridade e pertinência, resultando na construção de três categorias. A primeira delas abordou o conceito funcionamento e organização e destacou a preocupação da equipe e colaboradores em identificar e definir procedimentos de trabalho e funcionamento do setor. A segunda categoria analisou os atores desse processo de trabalho, pois a Ouvidoria da CRSSUL contou com a colaboração e participação de várias pessoas na sua construção. A terceira - interlocução e demandas, demonstrou que, a partir de intervenções realizadas pelas equipes da Ouvidoria da CRSSUL, gestores puderam elaborar propostas de melhoria nos serviços de saúde da região sul, estimulando, assim, a gestão participativa e o controle social. Nessa direção, pode-se concluir que a criação e a implantação da Ouvidoria da CRSSUL foi concretizada porque foi estruturada como um setor de assessoria técnica administrativa, atendendo às necessidades institucionais. Uma conjunção de fatores favoreceu esse processo, dentre os quais estão a natureza do seu trabalho e o modo como esse serviço foi organizado e empreendido, numa ação que respondeu à necessidade institucional e social, num serviço que veio complementar os anseios da gestão participativa e do controle social.

Participação Social, Participação Comunitária, Defesa do usuário, História Moderna
Santos MA. Trajectory of the creation and implementation of the Ombudsman's Office of the Regional Coordination of Health South of the city of São Paulo. [dissertation]. [São Paulo (SP)]: Federal University of São Paulo, Paulista School of Nursing; 2014. 90 f. Historical study of documents about the creation and implementation of the Ombudsman's Office of the Southern Regional Health Coordination, which is subject to the Municipal Health Secretary of São Paulo city. The starting point of the research was positioned in 2001, when the Office of the Ombudsman General of the city of São Paulo was established through Decree nº 40,248, of 21 January of the same year. The final cut was positioned in the year 2010, when the 15th Municipal Health Conference proposed, for the first time, resolution specifies to be implemented by the Ombudsman's offices, consolidating, to the time they prescribed actions, their integration and participation in the mechanisms of social control. As direct sources, were used in the documentation available on the institutional data, as proceedings, regiments, attendance sheets, memos, and letters, and electronic mail, books of record of complaints, maps and statistical reports. The analysis was made from the fingerprinting of each document and your organization in physical database corresponding to the Organization and archiving of documentary sources in appropriate devices, using alpha-numeric encoding. The chips were then subject to thematic analysis and grouped by similarity and relevance, resulting in the construction of three categories. The first of these addressed the operating concept and organization and highlighted the concern of staff and employees in identifying and defining work procedures and functioning of the sector. The second category analyzed the actors of this process because the Ombudsman of CRSSUL featured the collaboration and participation of various people in its construction. The third dialogue and demands, showed that, from the interventions made by the teams of the Ombudsman CRSSUL, managers were able to draw up proposals for improving health services in the southern region, thus stimulating the participatory management and social control. This way, we can conclude that the creation and deployment of the Ombudsman of CRSSUL were implemented because it was structured as a sector administrative technical assistance, taking into account the institutional needs. A conjunction of factors favored this process, among which are the nature of your work and the way in which this service was organized and undertaken, in an action that has answered the institutional and social need, a service that came to supplement the wishes of participatory management and social control.
Social participation, community involvement and user Defense, modern history.
1
90
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
GESTÃO, GERENCIAMENTO E EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM E SAÚDE
TRAJETÓRIA HISTÓRICA DE SERVIÇOS DE ENFERMAGEM E SAÚDE E MODELOS PARA O ENSINO

Banca Examinadora

MARIA CRISTINA SANNA
Não
Nome Categoria
ELISABETH NIGLIO DE FIGUEIREDO Docente
SIMONE RIBEIRO SPINETTI Participante Externo
SONIA REGINA LEITE DE ALMEIDA PRADO Participante Externo

Vínculo

Colaborador
Outros
Outros
Não