Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
MEDICINA (RADIOLOGIA CLÍNICA) (33009015029P2)
Avaliação do Rastreamento Mamográfico Oportunístico da Rede Sus do Estado da Paraíba no Período de 2010 à 2012
MARIA MAGDALA DE BRITO RAMOS
TESE
17/07/2014

Objetivo: Calcular a cobertura das mamografias do Sistema Único de Saúde do estado da Paraíba (SUS/PB) e estabelecer comparação com outros estados; analisar os resultados dos exames de mamografia e anatomopatológico de mama e suas intercessões; avaliar o BI-RADS como fator preditivo de suspeição de malignidade em lesões mamárias não palpáveis nas categorias 4 e 5, correlacionando as mamografias com os resultados histopatológicos. Métodos: Foi realizado um estudo descritivo e exploratório de base populacional qualitativo-quantitativo, no SUS/PB no período 2010 a 2012 em mulheres com faixa etária de 40 a 69 anos. Na análise dos resultados dos exames foram consideradas três dimensões: prestadores de serviços, usuárias do SUS e os exames anatomopatológicos e mamografias. Foram calculados a cobertura e o valor preditivo positivo (VPP). Resultados: O percentual de mamografias de rastreamento foi de 98,36% e de diagnóstico foi 1,64%; quanto as categorias BI-RADS 0, 1, 2, 3, 4 e 5 foi de 11,5%, 54%, 31%, 2%, 1,5% e 0,12%, respectivamente. A frequência das mamografias BI-RADS 4 e 5 aumentaram consideravelmente a partir dos 40 anos. Das mulheres diagnosticadas com mamografias BI-RADS 4 e 5, 3% tinham exames histopatológico e 1,5% tinham citopatológico. Quanto a avaliação do tamanho das lesões neoplásicas malignas: 32% foram < 2 cm, 21% entre 2-5 cm, 2,3% > 5 cm e 43% sem informação. A cobertura da mamografia do SUS/PB foi de 17%, equivalente ao estado de Goiás (14%), e menor que a do Paraná (27%) e de São Paulo (58%). O VPP foi de 0,4%. Conclusão: A falta de qualidade das informações registradas na base de dados consultada interferiu de forma impactante na avaliação dos resultados dos exames de mamografia, histopatológico, citopatológico e suas interseções. Esse fato inviabiliza um estudo epidemiológico mais fidedigno sobre o perfil e evolução da doença no Estado.

Câncer de mama, Mamografia, Rastreamento mamográfico
Purpose: to calculate mammograms coverage of the unifed health system of the state of Paraíba (SUS/PB) compared to other states; to analyze mammography and breast pathology results and their intercessions; to assess the BI-RADS as a predictive factor for malignancy in non-palpable breast lesions in categories 4 and 5 correlated with histopathologic results. Methods: This descriptive exploratory study of qualitative and quantitative population-based SUS/PB was carried out from 2010 to 2012 in women aged 40-69 years. In the analysis of test results were considered three dimensions: service providers, users of SUS and pathological examinations and mammograms. Coverage and the positive predictive value (PPV) were calculated. Results: Screening mammography was 98.36% and diagnostic mammography was 1.64%; BI-RADS categories 0, 1, 2, 3, 4 and 5 was 11.5%, 54%, 31%, 2%, 1.5% and 0.12%, respectively. The frequency of BI-RADS categories 4 and 5 increased considerably after 40 years; 3% of the women with mammography BI-RADS 4 and 5 had histopathological test and 1.5% had Pap tests. Regarding the evaluation of malignant neoplastic lesions size, 32% were < 2 cm, 21% between 2-5 cm, 2.3% > 5 cm and 43% without information. The mammography coverage of SUS/PB was 17%, equivalent to the state of Goiás (14%) and lesser than that of Paraná (27%) and São Paulo (58%). The PPV was 0.4%. Conclusion: The lack of information quality recorded in the data base consulted interfered impactful in evaluating the mammography, histopathology and cytopathology results and their intersections. This fact prevents a more reliable epidemiological study on the profile and evolution of the disease in the state of Paraíba.
-
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM E TERAPIA EM MEDICINA INTERNA
Diagnóstico por imagem e terapia em ginecologia, obstetrícia e mama

Banca Examinadora

HENRIQUE MANOEL LEDERMAN
DOCENTE - PERMANENTE
Não
Nome Categoria
KELLEN ADRIANA CURCI DAROS Participante Externo
NESTOR DE BARROS Participante Externo
CLAUDIO CAMPI DE CASTRO Participante Externo
FERNANDO ALVES MOREIRA Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não