Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO (26001012019P6)
Efeito do pH na Produção de Biohidrogênio a partir da Manipueira em Reator Anaeróbio de Leito Fluidificado
PEDRO HERLLEYSON GONCALVES CARDOSO
DISSERTAÇÃO
26/09/2013

O pH é um parâmetro fundamental em reatores anaeróbios, podendo influenciar na velocidade de produção de hidrogênio e inibir a ação de microrganismos hidrogenotróficos, pois pode afetar a atividade da hidrogenase, bem como na via de metabolismo. Neste contexto, a presente pesquisa objetivou estudar a melhor condição operacional em relação ao fator pH em Reator Anaeróbio de Leito Fluidificado (RALF) para uma maior produção biológica de hidrogênio a partir da água residuária do processamento da mandioca (a manipueira) acrescida de suplementos. O reator utilizado, em escala de laboratório, possuía altura de 190 cm e volume total 4192 cm3, o volume útil utilizado foi 2,7 L. Utilizou-se, como material suporte para adesão microbiana, a argila expandida com diâmetro de 2,8 à 3,35 mm. Para a partida do reator utilizou-se, como inóculo, lodo de uma lagoa anaeróbia que tratava resíduo líquido de suinocultura, o mesmo passou por um tratamento térmico para que houvesse uma seleção de microrganismos, resultando principalmente nos anaeróbios hidrogenotróficos. Utilizou-se a temperatura ambiente para a operação do reator (25 a 30 °C), e o Tempo de Detenção Hidráulica (TDH) aplicado foi de 2h. Para o substrato (manipueira), adotou-se uma Demanda Química de Oxigênio (DQO) teórica inicial de 4000 mg.L-1. Para este estudo foram avaliados diferentes valores de pH, na faixa de 4,0 a 5,3. Neste sentido, de acordo com os resultados verificados pode-se dizer que a realização do experimento foi eficiente para a produção de biohidrogênio a partir da manipueira em RALF, observando-se um pH ótimo de 4,9 com uma produção volumétrica verificada de 0,31 L/h/L e rendimento de 3,5 mol H2/mol glicose, a uma taxa de conversão de manipueira em hidrogênio de 88%. A rota fermentativa do ácido butírico foi a que predominou neste valor de pH. As percentagens dos metabólitos solúveis no pH de 4,9 foram: 4% de ácido acético, 54% de ácido butírico, 4% de ácido propiônico, 22% de ácido capróico e 16% de etanol.

Biohidrogênio. Reator anaeróbio de leito fluidificado. Manipueira. pH.
-
-
1
61
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO
TECNOLOGIAS APLICADAS AO MEIO AMBIENTE
Produção biológica de hidrogênio a partir de resíduo da suinocultura gerado no Estado de Alagoas

Banca Examinadora

EDUARDO LUCENA CAVALCANTE DE AMORIM
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
KARINA RIBEIRO SALOMON Docente - PERMANENTE
PAULO EDUARDO VIEIRA CUNHA Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Sim