Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO (26001012019P6)
EFEITO DAS AÇÕES ANTRÓPICAS NA QUALIDADE DA ÁGUA DA BACIA DO RIACHO DO SILVA, EM MACEIÓ-AL
VALDIR MARTINIANO FERREIRA DA SILVA
DISSERTAÇÃO
30/11/2011

Nos últimos vinte anos, a cidade de Maceió-AL passou por um processo de urbanização desordenada, como conseqüência do aumento populacional e da falta de planejamento, com significativa transformação em sua paisagem. A bacia hidrográfica do Riacho do Silva, totalmente inserida na área urbana desta cidade, com área aproximada de 10km2, apresenta sérios problemas sócio-ambientais em decorrência principalmente de ocupações irregulares, notadamente nas encostas íngremes e nas margens do Riacho do Silva. Ações antrópicas como o lançamento de esgoto in natura no curso d’água e a disposição inadequada de resíduos sólidos são as principais das prováveis causas do processo de degradação da qualidade da água desta bacia. Com o objetivo de estudar as principais ações antrópicas (e.g. lançamento de esgotos, disposição inadequada de resíduos sólidos, desmatamento em APP e extração de areia do leito do curso d’água) e seus efeitos na qualidade da água da bacia do Riacho do Silva, procedeu-se a um levantamento dessas ações antrópicas, de indicadores sócio-econômicos e ambientais bem como coleta e análise de dados referentes aos aspectos de quantidade e qualidade da água da bacia do Riacho do Silva. Os resultados obtidos permitiram concluir que as atividades antrópicas promovem alterações na qualidade da água da bacia no que se refere às escalas espacial e temporal. Indicadores sócio-econômicos e ambientais revelaram uma população carente de assistência e de conhecimento e que praticamente inexistem ações do poder Público que favoreçam a mudança do estado atual da qualidade da água do Riacho do Silva.

Ações antrópicas. Qualidade da água. Urbanização desordenada. Qualidade ambiental.
In the last twenty years, Maceió city has faced an unordered urbanization process due to unplanned increasement of the city inhabitant number and lack of planning, this fact has transformed the city landscape. The Riacho do Silva river basin is located right in the middle of the city urban area, this watershed has an area around 10 km2, it presents several social and environmental problems due to irregular housing occupation, especially in areas of acute slope and on the Riacho do Silva riverbanks. Human activities like untreated wastewater releasing in the water coarse and solids waste inappropriate disposal are the main causes to water quality degradation occurred in that river basin. In this work the goal is to study the main human activities (e.g. wastewater releasing, solid waste disposal, illegal deforestation and economic river sand exploitation) and their effects on the Riacho do Silva watershed water quality, during this work period was studied the local human activities considered social, environmental and economic important to the river basin, when were collected and analyzed the main parameters related to the quality and quantity of that river basin water. The study results allowed concluding that human activities in the river basin area lead to a deterioration of the watershed water quality along the time. Social and economic aspects reveal the local population picture, those people have no governmental and public assistance, this lack of public action indicates to be the main cause of the actual Riacho do Silva water quality.
Human activities. Water quality, Unordered urbanization. Environmental quality
1
181
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO
PLANEJAMENTO E GESTÃO AMBIENTAL
-

Banca Examinadora

CARLOS RUBERTO FRAGOSO JUNIOR
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
EDUARDO LUCENA CAVALCANTE DE AMORIM Docente - PERMANENTE
MARCIO GOMES BARBOZA Docente - COLABORADOR
DAVID MANUEL LELINHO DA MOTTA MARQUES Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Sim