Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
EDUCAÇÃO (41001010015P7)
ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA: UMA ANÁLISE INICIAL DO PROGRAMA BOLSA ESTUDANTIL
FRANCIELE STOLF BERTOLDI
DISSERTAÇÃO
12/09/2014

O objetivo desta dissertação foi apreender como as políticas nacionais voltadas à permanência estudantil nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) definem e afetam políticas de assistência estudantil locais. Para tal, fizemos uma análise inicial do programa Bolsa Estudantil da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Para atingir nosso objetivo, definimos três procedimentos metodológicos: (1) descrição e análise da produção acadêmica sobre o tema “permanência no ensino superior”; (2) levantamento, nos documentos oficiais (PPAs e leis que definem o ensino superior no Brasil), sobre o surgimento das políticas de permanência no âmbito governamental; e (3) análise dessas políticas, procurando entender como elas afetam e definem as políticas locais de permanência, por meio do exemplo da bolsa estudantil da UFSC. Constatamos uma tendência focalizada nas políticas governamentais de assistência ao estudante e esta mesma lógica nas políticas locais de permanência da universidade. Consideramos a assistência estudantil um campo em disputa: por um lado a defesa de bolsas e auxílios para estudantes em situação socioeconômica vulnerável e, por outro, a luta do movimento estudantil em busca de políticas de permanência de caráter universal. Neste embate, constatamos que até o momento, a balança vem pendendo para o lado da assistência focalizada, sob o argumento da inclusão social, tanto nas universidades públicas quanto nas privadas. Na UFSC não é diferente. Apesar de existirem ações de assistência mais universalizadas, como o Restaurante Universitário, vem crescendo o número de auxílios financeiros individualizados para os estudantes vulneráveis socioeconomicamente, principalmente por meio da Bolsa Permanência e da Bolsa Estudantil. Não desconsideramos a importância destes auxílios, que permitem que muitos estudantes finalizem seus cursos, mas salientamos a importância da vivência universitária por meio de outros investimentos, que propiciam diferentes leituras e contato com outras formas de pensar o mundo, essenciais para o amadurecimento profissional e pessoal.

Ensino Superior, Políticas de Permanência, Assistência Estudantil, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Our objective is to understand how national policies for student retention in Federal Institutions of Higher Education (Instituições Federais de Ensino Superior – IFES) help define and influence local policies. To this end, three methodological procedures were conducted: (1) bibliographic description and analysis surrounding the topic “student retention in higher education”; (2) a survey concerning the emergence of retention policies in the governmental scope, through the analysis of official documents (Brazilian Pluriannual Plans – PPA, and the legislation about higher education); and (3) analysis of the retention policies themselves, in order to understand how they influence and define local retention policies, taking as an example the scholarship offered to students at the Federal University of Santa Catarina (UFSC, Brazil). This research revealed a narrowly-focused trend in governmental policies for student retention, a logic also reflected in the local policies at UFSC. There are two sides to the controversy surrounding student assistance in Brazil: one that advocates that scholarships must be awarded preferably to students in vulnerable economic situation; and the other for which retention policies should have a broader reach. We note, so far, that narrowly-focused retention policies have been chosen, for both private and public universities, on the grounds of social inclusion. This same trend can be encountered at UFSC. Even though we have found some broader reach assistance policies, such as the University Restaurant, individualized financial support to socioeconomically vulnerable students have increased over the last years. We do not neglect the importance of this support, as it assists students to get their diplomas, but we accentuate the importance of university experience through other investments that can provide different ways of thinking, truly essential for both professional and personal developments.
Higher Education; Retention Policies to the Higher Education; Student Assistance; Federal University of Santa Catarina.
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO, ESTADO E POLÍTICAS PÚBLICAS
POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL NA AMÉRICA LATINA - DA CONFORMAÇÃO A TRANSFORMAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A EDUCAÇÃO DAS CRIANÇAS PEQUENAS NA BOLÍVIA, EQUADOR E VENEZUELA

Banca Examinadora

ROSELANE FATIMA CAMPOS
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
BEATRIZ AUGUSTO DE PAIVA Participante Externo
OLINDA EVANGELISTA Docente - PERMANENTE
LUCIANA PEDROSA MARCASSA Docente - PERMANENTE

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Pesquisa
Sim