Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO (26001012019P6)
Avaliação dos processos sedimentológicos na bacia do rio Jacarecica em Maceió – AL.
SAMUELLSON LOPES CABRAL
DISSERTAÇÃO
11/02/2011

Ao longo dos anos com a mudança do uso e cobertura do solo a bacia do rio Jacarecica localizada em Maceió no Estado de Alagoas, tem passado por várias transformações aumentando significativamente sua área urbanizada, principalmente na parte alta e média da bacia. A erosão acelerada provocada pelo aumento da urbanização e efeitos da variabilidade climática são as principais causas do aumento da produção de sedimentos em muitas das bacias hidrográficas brasileiras. A crescente expansão urbana ocorrida nas últimas décadas no município de Maceió traz vários benefícios para o setor econômico, gerando emprego e renda. No entanto, com o avanço desordenado dessa urbanização ocorrem inúmeros problemas relacionados ao aumento da produção de sedimentos em escalas locais e regionais em função principalmente da impermeabilização do solo. Com o objetivo de analisar sazonalmente a produção de sedimentos em escala espaço-temporal, foram realizadas campanhas de campo nos períodos secos e chuvosos, entre junho a dezembro de 2010, para a medição dos parâmetros hidrossedimentológicos de na bacia do rio Jacarecica. Os resultados obtidos em campo servirão de comparação e calibração aos dados obtidos através do modelo sedimentológico chuva-vazãoerosão KINEROS2 acoplado a um SIG, utilizado para simular dados de escoamento superficial e produção de sedimentos. Os resultados mostram que os meses com precipitação acima da média climatológica (janeiro, fevereiro e junho) apresentam maiores valores de produção de sedimentos no exutório da bacia, na ordem de aproximadamente 6,57, 1,34 e 120 t.ha-¹ mês-1 respectivamente. Os usos da terra também influenciaram diretamente na produção de sedimentos na bacia, uma vez que o modelo respondeu bem à variação da cobertura da bacia: áreas urbanizadas e com solos expostos tiveram seus planos com maior produção de sedimentos, enquanto áreas com maior cobertura de vegetação produziram menos sedimentos ao longo do ano de 2010.

Urbanização. Produção de sedimentos. KINEROS 2.
-
-
1
131
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO
MODELAGEM DE SISTEMAS AMBIENTAIS
-

Banca Examinadora

ROSANGELA SAMPAIO REIS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
CLEUDA CUSTODIO FREIRE Docente - PERMANENTE
CELSO AUGUSTO GUIMARAES SANTOS Participante Externo
CARLOS RUBERTO FRAGOSO JUNIOR Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 24

Vínculo

-
-
-
Sim