Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO (26001012019P6)
ESTUDOS PARA DETERMINAÇÃO DO NÍVEL ECONÔMICO DE VAZAMENTO NA REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA DA ZONA BAIXA DE MACEIÓ
ELIANA CRISTINA DE SOUSA
DISSERTAÇÃO
17/03/2011

O controle de perdas em sistemas de abastecimento de água constitui-se em uma das ações contínuas das mais importantes, com reflexos diretos na medida da eficiência operacional e na gestão econômico-financeira de uma Companhia de Saneamento. Em Maceió, capital do estado de Alagoas, o sistema de abastecimento de água, é de responsabilidade da Companhia de Saneamento de Alagoas (CASAL) e, apresenta perdas, tanto físicas quanto comerciais acima da média brasileira. Visando mudar esse cenário, em 2009 a CASAL iniciou trabalho de controle e redução de perdas em Maceió por meio de um convênio de cooperação técnica com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP). Como indicadores de perdas encontra-se o Nível Econômico de Perdas (NEP), para perdas aparentes (NEPa) e reais (NEPr ou NEV – nível econômico de vazamentos), que é o ponto de equilíbrio numa relação de custo benefício, ou seja, o ponto acima do qual qualquer outra redução obtida incorreria num excesso de custo, acima dos benefícios derivados dos ganhos, e para o seu cálculo podem ser utilizados diferentes softwares. Assim o objetivo desse trabalho foi estimar o nível econômico de perdas na zona baixa de Maceió, área principal de atuação do convênio CASAL/SABESP e avaliar os principais resultados obtidos como fruto dessa inédita parceria. A metodologia utilizada consistiu na adaptação e aplicação do software ECONOLEAK e levantamento e análise de dados junto a CASAL. Os resultados obtidos mostraram que para essa zona de abastecimento o NEV é da ordem de 1.139.380 m³/ano e que os trabalhos realizados no âmbito do convênio CASAL/SABESP resultaram na maior oferta e regularidade na distribuição de água a população sem aumento do volume de água produzido, demonstrando que ações integradas potencializam os ganhos, com conseqüente aumento na eficiência dos recursos aplicados.

perdas, controle, nível econômico
-
-
1
148
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

RECURSOS HIDRICOS E SANEAMENTO
PLANEJAMENTO E GESTÃO AMBIENTAL
-

Banca Examinadora

NELIA HENRIQUES CALLADO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
VALMIR DE ALBUQUERQUE PEDROSA
JAILDO SANTOS PEREIRA Participante Externo
ROSANGELA SAMPAIO REIS Docente - PERMANENTE

Vínculo

-
-
-
Sim