Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA
Estudos Literários (28002016003P4)
DO BRASIL A VIENA D’ÁUSTRIA: ROTAS DA ALTERIDADE NA FICÇÃO DE ANTÔNIO TORRES.
JAQUELINE CARDOSO DA SILVEIRA
DISSERTAÇÃO
23/08/2013

Diante do processo de globalização no contexto pós-moderno, as questões culturais ganham relevo em virtude do constante diálogo entre os povos, bem como da revisão por que passa a epistemé no contexto da chamada pós-modernidade. Este estudo busca problematizar as contradições, os limites e as possibilidades contidos no discurso referente à pluralidade cultural sob o viés dos estudos da cultura. Para tanto, toma-se para estudo duas obras do escritor baiano Antonio Torres, Meu querido canibal (2009) e Um táxi para Viena d’Áustria (2005) que, além de incitarem questões referentes à identidade possibilitam uma leitura em torno do ser nacional, da fragmentação do sujeito e de temas como a alteridade, hibridismo, entre-lugar. Considerando a metrópole como espaço de realização de identidades alternativas, não deixamos de notar o tom crítico do autor frente ao preço cobrado para vivenciar esta “liberdade”. Tomando a diversidade como valor consagratório do termo pós-modernismo, nos propomos a analisar nas obras a posição do sujeito diante deste espaço. A metodologia utilizada na dissertação se realiza por meio da análise hermenêutica dos textos. A pesquisa conclui que seja reportando-se ao passado ou vivenciando o presente, questões referentes a alteridade demarcam as relações interpessoais entre os sujeitos, sendo necessária uma compreensão das formas e modos de vida as quais precisam ser tratadas como ganhos a diversidade cultural.

Identidade; Alteridade; Modernidade.
Given the globalization process in the post-modern, cultural issues gain prominence on the constant dialogue between peoples, and revision by passing the epistemé within the call postmodernity. This study raises questions about the contradictions, limits and the possibilities contained in the discourse regarding the cultural plurality under the bias of culture studies. To do so, takes to study two works of the writer Antonio Torres, Meu querido canibal (2009) e Um táxi para Viena d’Áustria (2005) that in addition to incite questions concerning identity enable a reading to be around the national, the fragmentation of the subject and topics such as alterity, hybridity, in-between place. Considering the metropolis as a space for performing alternative identities, not fail to notice the critical tone of the author against the price charged to experience this "freedom." Taking diversity as value consecrational the term postmodernism, we propose to examine the works the subject's position on this space. The methodology used in the dissertation is done through hermeneutic analysis of texts. The research concludes that it is referring to the past or the present experiencing, issues otherness demarcate the interpersonal relationships between subjects, requiring an understanding of the forms and ways of life which need to be treated as gains cultural diversity.
Identity, Alterity; Modernity
1
114
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA E DIVERSIDADE CULTURAL
LITERATURA, MEMÓRIA E REPRESENTAÇÕES IDENTITÁRIAS
DESCAMINHOS DO VIANDANTE: ESPAÇO NACIONAL, FRONTEIRAS E DESLOCAMENTOS NA OBRA DE ANTÔNIO TORRES

Banca Examinadora

ROBERTO HENRIQUE SEIDEL
Sim
Nome Categoria
OSMAR MOREIRA DOS SANTOS Participante Externo
CLAUDIO CLEDSON NOVAES Docente

Vínculo

-
-
-
Não