Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (25001019021P8)
COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA E EFICIÊNCIA TÉCNICA: UMA APLICAÇÃO UTILIZANDO FRONTEIRAS DE PRODUÇÃO E REGRESSÃO BETA INFLACIONADA
ALEXANDRA MARIA RIOS CABRAL
TESE
03/12/2014

O objetivo geral desta tese é fornecer instrumentos de análise e comparação de competitividade e de eficiências técnicas aos gestores de portos e terminais públicos ou privados interessados em aumentar a qualidade de seus serviços. Para tal, este trabalho foi subdividido em três partes. A primeira procurou classificar 17 terminais brasileiros em diferentes grupos a partir de oito critérios de seleção, realizando-se uma análise de cluster hierarquizada que possibilitou a formação de 03 grupos distintos entre si. Feito isso, na segunda parte, partiu-se para a mensuração de escores de eficiências técnicas utilizando-se do método de envelopamento de dados (DEA) e da técnica free disposal hull (FDH) para também obter as metas e os principais benchmarks. Como principais resultados, ficou mostrado que o cais público do porto de Belém e os terminais Tecon e Tecondi do porto de Santos foram apontados como principais benchmarks. Na terceira parte, trabalhou-se com modelos de regressão beta inflacionadas em um para investigar o impacto de alguns fatores apontados como relevantes na mensuração da eficiência calculada anteriormente. As regressões estimadas tiveram um excelente ajuste com pseudo R2 superiores a 0,66 e foi observado que se faz relevante aumentar a movimentação de contêineres desde que de uma forma mais distribuída entre o norte e sul brasileiro, fazendo com que os portos do sul-sudeste não sejam os únicos a liderar o mercado neste segmento. Com uma distribuição geográfica mais equitativa deste tipo de carga, o incremento da taxa de consignação dos terminais do norte e nordeste sofreriam incrementos imediatos. Por fim, propõe-se estudar novas formas de diminuir as filas de navios a espera do seu atracamento, aumentando, assim, a competitividade brasileira com a redução do custo do frete marítimo.

DEA, FDH, terminal de container, portos brasileiros, eficiência técnica, eficiência portuária, regressão beta inflacionada, análise de cluster.
The aim of this thesis is to provide analytical tools and comparison of competitiveness and efficiency techniques to managers of ports and Public or Private terminals interested in significantly increasing the quality of their services. To this end this work was sub-divided into three parts. The first classified 17 Brazilian terminals into distinct groups, from eight selection criteria of competitiveness performing a hierarchical cluster analysis which allowed the formation of 03 different groups from each other. That done, we went to the measurement of technical efficiency scores using the method of data envelopment (DEA) technique and the free disposal hull (FDH) to also get the goals and key benchmarks. The main results was shown that the public pier at the port of Belém and the terminal Tecondi from the port of Santos were identified as key benchmarks. In the third part we worked with inflated beta regression models to investigate the impact of some factors mentioned as relevant in measuring the efficiency measured previously. The estimated regressions had an excellent fit with pseudo R2 greater than 0.66 and it was observed that is relevant increase container handling since a more distributed form between northern and southern Brazil, leaving the south-southeast ports as not the only ones to lead the market in this segment. With a more equitable geographical distribution of this type of load, increased consignment rate of North- Northeast terminals would suffer immediate increments. Finally, we proposed studying new ways to reduce the waiting ships queues of your docking, thus increasing the Brazilian competitiveness by reducing the cost of sea freight.
DEA, FDH, container terminal, Brazilian ports, technical efficiency, port efficiency, inflated beta regression, cluster analysis.
1
108
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Contexto

PESQUISA OPERACIONAL
OTIMIZAÇÃO DE SISTEMAS E PROCESSOS
GESTÃO DA COMPETITIVIDADE

Banca Examinadora

FRANCISCO DE SOUSA RAMOS
Sim
Nome Categoria
ANA PAULA CABRAL SEIXAS COSTA Docente
BRENO RAMOS SAMPAIO Participante Externo
IGNACIO TAVARES DE ARAUJO JUNIOR Participante Externo
ADIEL TEIXEIRA DE ALMEIDA FILHO Docente

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa no país - Pós-graduação 10

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim