Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
EDUCAÇÃO (32006012003P1)
A interatividade nos museus de ciências: o processo de criação de um artefato museal
GUSTAVO LOPES FERREIRA
DISSERTAÇÃO
21/02/2014

Esta pesquisa parte da verificação da quase inexistência de trabalhos que mostram como as exposições e os objetos de um museu de ciências são produzidos, surge também do envolvimento com o projeto de modernização do Museu de Biodiversidade do Cerrado-MBC. Objetivamos criar um artefato interativo inserido à exposição do MBC, apresentando e analisando os principais aspectos desse processo criativo. E buscamos estudar o objeto criado, junto ao público visitante, investigando seus comportamentos no momento de interação com o artefato. Pensamos o objeto museal recorrendo aos conceitos de artefato, interatividade e experiência estética. Entendemos o artefato como um objeto produzido pelo homem, projetado segundo os princípios da interatividade e com a função de divulgar conhecimento científico na exposição de um museu de ciências. A interatividade foi uma possibilidade encontrada para aproximarmos o público da exposição, por meio de diversas interações, física, intelectual, e acima de tudo emocional. É nesta intenção de despertar as emoções que pensamos a experiência estética, que tem a ver com a forma pela qual o sujeito se afeta, é tocado, se emociona e produz sentidos na interação com o artefato. O tema do artefato é a Ornitologia, para apresenta-la foram projetados objetos interativos e artísticos, que proporcionam uma experiência utilizando os sentidos. Ao realizarmos as observações discretas no estudo do público espontâneo do MBC, percebemos comportamentos, reações e falas dos visitantes, que denotam que o contato com o artefato permitiu mais do que uma experiência intelectual com o conhecimento científico, possibilitou uma experiência estética, permitida pelas emoções. Com a pesquisa pudemos entender melhor o compromisso dos museus com a formação cultural dos indivíduos, que por meio de experiências únicas, pode ampliar sua visão de mundo.

Museus de ciências [pt] Artefato [pt] Interatividade
The present research begins by verifying the almost inexistence of studies that show how the exhibits and the objects of a science museum are produced, also arises from involvement with the modernization project of the Museu de Biodiversidade do Cerrado-MBC. We aimed to create an interactive artifact inserted in MBC's exhibition, presenting and analyzing the main aspects of this creative process. And we seek to study the object created through the visiting public, investigating their behavior while interacting with the artifact. We thought in the museum's object using the concepts of artifact, interactivity and aesthetic experience. We understand the artifact as an object produced by man, designed according to the principles of interactivity to function disseminating scientific knowledge in the exhibits of a science museum. Interactivity was a possibility found to approach the public and the exhibition, through various interactions, physical, intellectual, and emotional over all. Intended to arouse the emotions that we think about aesthetic experience, which has to do with the way in which the person is affected, touched, get emotioned and produces interaction with the artifact.The theme of the artifact is Ornithology, to present it were projected interactive and artistic objects that provides an experience using the senses. When performing the discrete observations in the study of MBC's spontaneous public, we perceive behaviors, visitor's reactions and speeches, denoting that the contact with the artifact allowed more than an intellectual experience with scientific knowledge and enabled an aesthetic experience, allowed by emotions. Through research we can better understand the commitment of museums in cultural formation of individuals, who through unique experiences can broaden your worldview.
Science museums [en] Artifact [en] Interactivity
1
163
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS E MATEMÁTICA
PROFESSORES NO MUSEU DE BIODIVERSIDADE DO CERRADO: POSSIBILIDADES DE INTERAÇÃO E FORMAÇÃO

Banca Examinadora

DANIELA FRANCO CARVALHO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ANA PAULA BOSSLER DA COSTA Participante Externo
IARA VIEIRA GUIMARAES Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Apoio à Pós-Graduação 24

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim