Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Ciências e Biotecnologia (31003010079P0)
Potencial Antiofídico de Moléculas Obtidas por Síntese Orgânica
NAYANNA DE MELLO AMORIM
DISSERTAÇÃO
11/12/2014

Os acidentes com animais peçonhentos representam um sério risco à saúde pública no Brasil. O envenenamento por serpentes é caracterizado por hemorragia, hemólise, necrose, distúrbios de coagulação e neurotoxicidade. No Brasil, a terapia preconizada pelo Ministério da Saúde para o envenenamento por serpentes é realizada através da administração intravenosa de um soro antiofídico, seja monovalente ou polivalente. Entretanto, esta terapia pode induzir reações adversas nos pacientes, além de não neutralizar com eficiência os efeitos locais do envenenamento, que podem evoluir para a deformidade e amputação do membro acometido pela picada. Estas morbidades podem gerar um impacto negativo socioeconômico para o indivíduo, pois levará a uma incapacidade para o trabalho. Por isso, a procura por novas moléculas e/ou tratamentos se torna importante como método alternativo e/ou complementar à soroterapia para neutralizar as principais atividades tóxicas dos venenos de serpentes. Na literatura, diversos trabalhos científicos evidenciaram propriedade antiofídica de plantas e outros bioprodutos. Contudo, investigações de moléculas obtidas por síntese orgânica na inibição das ações bioquímico-farmacológicas dos venenos de serpentes ainda são pouco realizadas. Resultados do nosso grupo mostraram que derivados sintéticos da família triazol foram capazes de inibir a hemólise causada elo veneno de Lachesis muta. Desta forma, este projeto visa à realização de uma triagem de derivados sintéticos (sulfonamidas e triazóis dissubstituídos) para inibir determinadas atividades tóxicas in vivo (hemorragia e edema) e in vitro (hemólise, coagulação e proteólise) do veneno da serpente L. muta, pois é uma das espécies mais importantes nas estatísticas de severidades nos acidentes ofídicos no Brasil. Ressalta-se que estas atividades avaliadas mimetizam as ações tóxicas dos venenos nas vítimas. Desta forma, este trabalho visa racionalizar o desenho de novos compostos orgânicos para utilização como protótipos para o desenvolvimento de moléculas com propriedade antiofídica para substituir e/ou complementar a atual soroterapia.

Derivados sintéticos, Lachesis muta, Neutralização, Veneno de Serpente
Os acidentes com animais peçonhentos representam um sério risco à saúde pública no Brasil. O envenenamento por serpentes é caracterizado por hemorragia, hemólise, necrose, distúrbios de coagulação e neurotoxicidade. No Brasil, a terapia preconizada pelo Ministério da Saúde para o envenenamento por serpentes é realizada através da administração intravenosa de um soro antiofídico, seja monovalente ou polivalente. Entretanto, esta terapia pode induzir reações adversas nos pacientes, além de não neutralizar com eficiência os efeitos locais do envenenamento, que podem evoluir para a deformidade e amputação do membro acometido pela picada. Estas morbidades podem gerar um impacto negativo socioeconômico para o indivíduo, pois levará a uma incapacidade para o trabalho. Por isso, a procura por novas moléculas e/ou tratamentos se torna importante como método alternativo e/ou complementar à soroterapia para neutralizar as principais atividades tóxicas dos venenos de serpentes. Na literatura, diversos trabalhos científicos evidenciaram propriedade antiofídica de plantas e outros bioprodutos. Contudo, investigações de moléculas obtidas por síntese orgânica na inibição das ações bioquímico-farmacológicas dos venenos de serpentes ainda são pouco realizadas. Resultados do nosso grupo mostraram que derivados sintéticos da família triazol foram capazes de inibir a hemólise causada elo veneno de Lachesis muta. Desta forma, este projeto visa à realização de uma triagem de derivados sintéticos (sulfonamidas e triazóis dissubstituídos) para inibir determinadas atividades tóxicas in vivo (hemorragia e edema) e in vitro (hemólise, coagulação e proteólise) do veneno da serpente L. muta, pois é uma das espécies mais importantes nas estatísticas de severidades nos acidentes ofídicos no Brasil. Ressalta-se que estas atividades avaliadas mimetizam as ações tóxicas dos venenos nas vítimas. Desta forma, este trabalho visa racionalizar o desenho de novos compostos orgânicos para utilização como protótipos para o desenvolvimento de moléculas com propriedade antiofídica para substituir e/ou complementar a atual soroterapia.
synthetic derivatives
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA - INTERAÇÕES MOLECULARES, CELULARES E SISTÊMICAS
A IDENTIFICAÇÃO DE PROTÓTIPOS BIOATIVOS E MOLÉCULAS DE IMPORTÂNCIA EM SISTEMAS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE BIOLÓGICA DE SUBSTÂNCIAS SINTÉTICAS E NATURAIS EXTRAÍDAS DE VENENOS E DE PLANTAS

Banca Examinadora

ANDRE LOPES FULY
Não
Nome Categoria
LUIZ ROBERTO LEAO FERREIRA Docente
ELIZABETH GIESTAL DE ARAUJO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-FAPERJ - Cientista do Nosso Estado 24

Vínculo

-
-
-
Não