Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE
GEOGRAFIA (42004012015P5)
DINÂMICAS DO SISTEMA DE GESTÃO NA RESERVA EXTRATIVISTA DE CANAVIEIRAS (BA): análise da robustez institucional e de possibilidades para o ecodesenvolvimento
RAQUEL DE CARVALHO DUMITH
DISSERTAÇÃO
31/08/2012

Esta pesquisa fundamentou-se no enfoque da gestão dos recursos naturais de uso comum no espaço costeiro-marinho brasileiro, tendo como objetivo principal a investigação das dinâmicas de gestão da Reserva Extrativista (RESEX) de Canavieiras, localizada no sul do Estado da Bahia, para analisar a sua robustez institucional e verificar se há caminhos que apontem para o ecodesenvolvimento. O trabalho previu constante levantamento de dados primários e secundários. Os dados primários foram coletados com pescadores tradicionais e com atores-chave da gestão da RESEX Canavieiras, sob a perspectiva de descrever as principais relações sociopolíticas, socioeconômicas e socioecológicas que envolvem os sete principais núcleos extrativistas de Canavieiras, incluindo as relações que se dão tanto entre os atores internos quanto as que se dão entre si e com os atores de instituições externas – conexões institucionais transescalares. A partir do entendimento dessas relações que ocorrem em múltiplas escalas, tornou-se possível perceber quais são os aspectos positivos da instituição “RESEX Canavieiras” – no sentido das abordagens de cogestão adaptativa e de desenvolvimento alternativo –, bem como os principais problemas inerentes aos conflitos de interesse da sua gestão. Pode-se constatar que, apesar de o arranjo institucional “RESEX” representar uma possibilidade de criar mecanismos de escolha participativa e, assim, empoderar comunidades tradicionais em seu território; e uma alternativa para dinamizar os circuitos econômicos do setor pesqueiro artesanal em um dado território, o Estado brasileiro não absorve a complexidade de seus sistemas e segue rígido e coercivo na sua forma de gerir.

pesca artesanal, Reserva Extrativista, gestão territorial, conexões institucionais transescalares, e
Esta pesquisa fundamentou-se no enfoque da gestão dos recursos naturais de uso comum no espaço costeiro-marinho brasileiro, tendo como objetivo principal a investigação das dinâmicas de gestão da Reserva Extrativista (RESEX) de Canavieiras, localizada no sul do Estado da Bahia, para analisar a sua robustez institucional e verificar se há caminhos que apontem para o ecodesenvolvimento. O trabalho previu constante levantamento de dados primários e secundários. Os dados primários foram coletados com pescadores tradicionais e com atores-chave da gestão da RESEX Canavieiras, sob a perspectiva de descrever as principais relações sociopolíticas, socioeconômicas e socioecológicas que envolvem os sete principais núcleos extrativistas de Canavieiras, incluindo as relações que se dão tanto entre os atores internos quanto as que se dão entre si e com os atores de instituições externas – conexões institucionais transescalares. A partir do entendimento dessas relações que ocorrem em múltiplas escalas, tornou-se possível perceber quais são os aspectos positivos da instituição “RESEX Canavieiras” – no sentido das abordagens de cogestão adaptativa e de desenvolvimento alternativo –, bem como os principais problemas inerentes aos conflitos de interesse da sua gestão. Pode-se constatar que, apesar de o arranjo institucional “RESEX” representar uma possibilidade de criar mecanismos de escolha participativa e, assim, empoderar comunidades tradicionais em seu território; e uma alternativa para dinamizar os circuitos econômicos do setor pesqueiro artesanal em um dado território, o Estado brasileiro não absorve a complexidade de seus sistemas e segue rígido e coercivo na sua forma de gerir.
pesca artesanal, Reserva Extrativista, gestão territorial, conexões institucionais transescalares, e
1
197
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE

Contexto

GEOGRAFIA DA ZONA COSTEIRA E PROCESSOS RELACIONADOS
ANÁLISE DOS SISTEMAS NATURAIS E AMBIENTAIS
-

Banca Examinadora

PEDRO DE SOUZA QUEVEDO NETO
Sim
Nome Categoria
LUCIA DE FATIMA SOCOOWSKI DE ANELLO Participante Externo
CATHERINE PROST Participante Externo
RODRIGO PEREIRA MEDEIROS Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 18

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Pesquisa
Sim