Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
Defesa sanitária animal (20002017005P5)
ECOBIOLOGIA DE HEMOSPORÍDEOS EM AVES SILVESTRES COABITANDO COM AVES DOMÉSTICAS EM POVOADOS ADJACENTES AO SÍTIO MIGRATÓRIO DE PANAQUATIRA, MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DE RIBAMAR - MA.
JOAO BATISTA DA SILVA FILHO
DISSERTAÇÃO
29/08/2014

Objetivou-se realizar diagnóstico de haemosporídeos em aves selvagens migratórias em regime de cativeiro e em aves domésticas em criatórios pertencentes a povoados adjacentes ao Sítio de Aves Migratórias de Panaquatira, município de São José de Ribamar, Maranhão, Brasil, localizado próximo à área metropolitana da cidade de São Luís. Foram coletadas 203 amostras de sangue de aves domésticas e selvagens migratórias em cativeiro, sendo 140 amostras de Galliformes e 63 de Anseriformes, por meio da punção da veia braquial e crista, uma gota em esfregaço sanguíneo por ave, fixadas e coradas pelo método Panótico Rápido, leitura realizada em 100 campos microscópio, com objetiva de 40 e 100x, em criações de pequena escala de oito povoados da região. Os resultados mostraram que 19,7% das aves examinadas estavam infectadas para haemosporídeos, sendo que a infecção foi diagnosticada em Dendrocygna spp. (marreco), apresentando 26,08%; Cairina moschata (pato) com 65,38%; Netta eryhrophthalma (paturi) com 33,33% e Gallus gallus domesticus (galinha) com 12,14%. As espécies dos haemosporídeos encontradas foram do gênero Haemoproteus, Leucocytozoon e Plasmodium. Os Galliformes apresentaram prevalência (monoparasitismo) de 10,71 e 1,42%, para Leucocytozoon spp. e Plasmodium spp., respectivamente; enquanto nos Anseriformes foi verificada a prevalência de 39,07% para o Haemoproteus spp. e 3,57% para o Leucocytozoon spp. O índice médio de infecção (IMI) foi de 24,06 para Leucocytozoon spp. e de 42 para Plasmodium spp. em Galliformes. E, de 78 para Leucocytozoon spp. e de 216 para Haemoproteus spp. em aves migratórias da ordem dos Anseriformes. O índice de parasitemia (IP) foi de 0,0361 para Leucocytozoon spp. e de 0,0084 para Plasmodium spp. em galinhas (Galliformes). Enquanto, os marrecos apresentaram o IP de 0,0156 para Leucocytozoon spp. Os Anseriformes apresentaram o IP para o Haemoproteus spp. de 0,2773 (pato); 0,0278 (paturi) e 0,0864 (marreco). Quanto ao perfil dos criadores, foi verificado que o comportamento, grau de conhecimento, tipo de manejo utilizado em aves, além das condições ambientais podem favorecer a introdução, instalação, manutenção e disseminação destes haemosporideos, considerando-se que o ecossistema, como ave infectada, presença do vetor (Díptero), a mata (ecotopo), déficit de instalações, presença de açudes e água; condições essas que favorecem a cadeia de transmissão das doenças parasitárias. Ademais, outros patógenos infecciosos (vírus/bactérias) também podem ser veiculados por esses vetores, necessitando-se de um trabalho constante de monitoramento e de educação sanitária com os criadores da região. Conclui-se que as aves domésticas, migratórias em cativeiro e migratórias amansadas dos povoados da proximidade do Sítio das Aves Migratórias de Panaquatira, São José de Ribamar, MA apresentam infecção por haemosporídeo das espécies do gênero Leucocytozoon spp., Plasmodium spp. e Haemoproteus spp, com índices de infecção e parsitemia elevados, o que poderá favorecer a disseminação da doença “Malaria Aviária”, no meio rural.

Aves migratórias. Ecobiologia. Haemosporideos. Maranhão.
The objective of performing diagnostic haemosporídeos in wild migratory birds in captivity regime and poultry on farms belonging to the adjacent villages Site of Migratory Birds of Panaquatira, São José Ribamar, Maranhão, Brazil, located near the metropolitan area city of St. Louis. 203 blood samples from poultry and wild migratory birds in captivity were collected, 140 samples and 63 Galliformes Anseriformes through puncture of the brachial vein and crest, a drop in blood smears per bird, fixed and stained by Quick Panoptic method, reading performed in 100 microscope fields, with the objective of 100x and 40 in small-scale creations from eight villages. The results showed that 19.7% of infected birds were examined for haemosporídeos, and the infection was diagnosed in Dendrocygna spp. (mallards), with 26.08%; Cairina moschata (duck) with 65.38%; Netta eryhrophthalma (paturi) with 33.33% and Gallus gallus domesticus (chicken) with 12.14%. The species of the genus were found haemosporídeos Haemoproteus, Leucocytozoon and Plasmodium. The Galliformes showed prevalence (monoparasitism) of 10.71 and 1.42% for Leucocytozoon spp. and Plasmodium spp. respectively; while in Anseriformes we noticed the prevalence of 39.07% for Haemoproteus spp. and 3.57% to Leucocytozoon spp. The average rate of infection (IMI) was 24.06 for Leucocytozoon spp. and from 42 to Plasmodium spp. in Galliformes. And 78 for Leucocytozoon spp. and 216 for Haemoproteus spp. in migratory birds of the order Anseriformes. The index of parasitemia (IP) was 0.0361 for Leucocytozoon spp. and 0.0084 to Plasmodium spp. in chickens (Galliformes). While the ducks showed the IP of 0.0156 for Leucocytozoon spp. The Anseriformes had the IP for Haemoproteus spp. from 0.2773 (duck); 0.0278 (paturi) and 0.0864 (mallards). Regarding the profile of the creators, it was found that the behavior, level of knowledge, type of management used in birds, in addition to environmental conditions may favor the introduction, installation, maintenance and dissemination of these haemosporideos, considering the ecosystem as infected bird , the presence of the vector (Diptera), kills (ecotope), deficit of facilities, presence of dams and water; These conditions favor the chain of transmission of parasitic diseases. Moreover, other infectious pathogens (viruses / bacteria) can also be carried by these vectors, necessitating the constant work of monitoring and health education with the creators of the region. It is concluded that the poultry, captive migratory and migratory tamed the villages proximity Site Migratory Bird of Panaquatira, São José Ribamar, MA haemosporídeo present infection of the genus Leucocytozoon spp., Plasmodium spp. and Haemoproteus spp, with infection rates and high parsitemia, which may favor the spread of the disease "Avian Malaria" in countryside.
Migratory Birds. Ecobiology. Haemosporideos. Maranhão.
01
106
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DEFESA SANITÁRIA ANIMAL
EDUCAÇÃO E DEFESA SANITÁRIA ANIMAL - MEST
DIAGNÓSTICO DE DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS EM AVES MIGRATÓRIAS E DOMÉSTICAS NO MUNICÍPIO DE BACURITUBA-MA, BAIXADA MARANHENSE.

Banca Examinadora

ANA CLARA GOMES DOS SANTOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
FRANCISCO CARNEIRO LIMA Participante Externo
FERDINAN ALMEIDA MELO Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Outros
Sim

Produções Intelectuais Associadas

Não existem produções associadas ao trabalho de conclusão.