Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
ECONOMIA (40004015007P7)
Concentração industrial no Brasil: um estudo incorporando o efeito de vizinhança
RAFAELLA STRADIOTTO VIGNANDI
DISSERTAÇÃO
05/02/2013

O objetivo central desta dissertação consiste em contabilizar os efeitos de vizinhança nos índices de concentração espacial, com o intuito de analisar possíveis alterações no status de alguns setores da indústria de transformação nas mesorregiões brasileiras nos anos de 1995-2010. Para isso, examina-se o quadro atual de desenvolvimento do setor industrial e suas principais políticas em contexto nacional pós Plano Real. E, em um segundo momento, calcula-se os índices de concentração não ponderados espacialmente, Herfindahl, Concentração Geográfica-Prima, Ellison-Glaeser, para posteriormente contrastá-los com os mesmos indicadores espacialmente modificados, adicionando a análise o I de Moran. De modo a considerar os resultados obtidos por meio deste estudo da indústria de transformação brasileira, pode-se revelar que os índices de concentração espacialmente ponderados, Hs, Gs e s, demostram o possível processo de desconcentração da maioria dos setores que compõem a indústria de transformação no período de 1995-2010. Especificamente, por meio dos índices espacialmente calculados pode-se perceber claramente um processo de desconcentração em alguns setores importantes economicamente. O único setor que apresentou aumento no nível de concentração foi a divisão 23 relacionada à Fabricação de Coque, Refino de Petróleo, Elaboração de Combustíveis Nucleares e Produção de Álcool. Com isso, pode-se concluir que os índices de concentração espacialmente ponderados em comparação com os não-ponderados elucidam e deixam mais em evidência a real interferência dos efeitos de vizinhança, no sentido de considerar a presença (ou não) dos vizinhos na análise e de forma mais específica no processo de desconcentração das atividades industriais brasileiras.

Indústria de transformação. Desconcentração. Vizinho. Espaço.
O objetivo central desta dissertação consiste em contabilizar os efeitos de vizinhança nos índices de concentração espacial, com o intuito de analisar possíveis alterações no status de alguns setores da indústria de transformação nas mesorregiões brasileiras nos anos de 1995-2010. Para isso, examina-se o quadro atual de desenvolvimento do setor industrial e suas principais políticas em contexto nacional pós Plano Real. E, em um segundo momento, calcula-se os índices de concentração não ponderados espacialmente, Herfindahl, Concentração Geográfica-Prima, Ellison-Glaeser, para posteriormente contrastá-los com os mesmos indicadores espacialmente modificados, adicionando a análise o I de Moran. De modo a considerar os resultados obtidos por meio deste estudo da indústria de transformação brasileira, pode-se revelar que os índices de concentração espacialmente ponderados, Hs, Gs e s, demostram o possível processo de desconcentração da maioria dos setores que compõem a indústria de transformação no período de 1995-2010. Especificamente, por meio dos índices espacialmente calculados pode-se perceber claramente um processo de desconcentração em alguns setores importantes economicamente. O único setor que apresentou aumento no nível de concentração foi a divisão 23 relacionada à Fabricação de Coque, Refino de Petróleo, Elaboração de Combustíveis Nucleares e Produção de Álcool. Com isso, pode-se concluir que os índices de concentração espacialmente ponderados em comparação com os não-ponderados elucidam e deixam mais em evidência a real interferência dos efeitos de vizinhança, no sentido de considerar a presença (ou não) dos vizinhos na análise e de forma mais específica no processo de desconcentração das atividades industriais brasileiras.
Indústria de transformação. Desconcentração. Vizinho. Espaço.
1
154
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

TEORIA ECONÔMICA
ECONOMIA APLICADA
-

Banca Examinadora

JOSE LUIZ PARRE
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
PAULO DE FREITAS GUIMARÃES Participante Externo
ANTONIO CARLOS DE CAMPOS Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 20

Vínculo

-
-
-
Não