Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
LETRAS (23002018004P7)
A constituição de identidades da mulher trabalhadora em revista
MARCIA BEZERRA DE MORAIS
DISSERTAÇÃO
31/01/2013

Na tessitura dos discursos que fabricam as identidades femininas na contemporaneidade, a mídia, a serviço de determinadas instituições que detêm o saber e o poder, se vale de uma produção discursiva que expressa uma “vontade de verdade” no enquadramento da mulher para atender aos interesses de ordem política e econômica vigente (globalização, neoliberalismo). Com isso, emerge nas relações discursivas o funcionamento da política de controle e disciplina dos corpos para responder aos impositivos do mercado de trabalho, em que as profissionais devem aperfeiçoar habilidades intra e interpessoais, discurso esse ancorado na crescente competitividade que vem se acirrando no mundo dos negócios. Neste sentido, objetiva-se investigar como se produz identidades da mulher trabalhadora nas relações de saber-poder que tecem o mercado de trabalho na contemporaneidade. Destarte, essa feitura se filia à Análise do Discurso francesa e, dentro dessa perspectiva, este trabalho enfatizará categorias de análise, como: Formação Discursiva, Interdiscurso, Memória, Saber/Poder e Vontade de Verdade, abordando também os estudos sobre a mídia e identidade, nos quais se fundamentará como elementos imprescindíveis à análise do corpus em questão. Com isso, para vislumbrar as relações discursivas materializadas na elaboração, a seleção dos textos para constituir o corpus a partir do arquivo resultou em três revistas da VOCÊ S/A, impressa e digital, de edição especial para mulher, materialidades que serão trabalhadas a partir de um“trajeto temático”, possibilitando a delimitação em torno do “MERCADO DE TRABALHO NA CONTEMPORANEIDADE E PRODUÇÃO DE IDENTIDADES DA MULHER TRABALHADORA”. Assim, este trabalho de pesquisa torna-se relevante no sentido de facultar uma maior perscrutação das práticas discursivas em torno da discursivização da mulher trabalhadora nos dias vigentes. Logo, constatamos no movimento de descrição e interpretação das materialidades discursivas inscritas na revista VOCÊ S/A que, as identidades da mulher trabalhadora são construídas pelos jogos de verdade oriundos da relação saber-poder encetado nas práticas discursivas,definindo a sociedade contemporânea.

Discurso. Mulher. Trabalho.
In the discourse texture that builds female identifies in the contemporaneousness, the media, in favor of ordinary institutions that have knowledge and the power, use discursive production to express a “will of truth” in the woman framing to reach the currents politics and economics interests (globalization, neoliberalism). This way, appear in the discursive relations of the bodies control and discipline politics running to answer the impositions work trade, where the professionals have to improve inner and interpersonal abilities, discourse-based on crescent competitively that happens in the business world. Thus, we have researched howwoman’s worker identifies are produced in knowledge-power relations that weave the work trade in the contemporaneousness. So, this research is based on the French Discourse Analysis and, in this perspective, this work will emphasize analysis categories, such as: Discursive Formation, Interdiscourse, Memory, Knowledge-power and Will of truth, also considering media and identify as an essential element for corpus analyses. Thus, to view the discursive relation materialized in the construction, texts were selected to constitute the corpustherewith of the research, resulted in three printed and on-line VOCÊ S/A magazine issues, special edition to the women, materialities that will be analyzed therewith of a “thematic trajectory”, becoming possible the delimitation around the “WORK TRADE IN CONTEMPORANEOUSNESS AND THE WOMAN WORKER IDENTIFY PRODUTION”. This way, this research becomes important to a better comprehension on discursive practices around the discourse about the worker woman nowadays. So, we concluded in the description and interpretation movement of the discursive materialities in VOCÊ S/A that, the woman worker identities are built through true plays resulted from knowledge-power relations started in the discursive practices, defining contemporary society.
iscourse. Woman. Work.
1
122
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ESTUDOS DO DISCURSO E DO TEXTO
DISCURSO, MEMÓRIA E IDENTIDADE
Mídia e produção de sentidos: relações entre ficção e identidade

Banca Examinadora

MARCILIA LUZIA GOMES DA COSTA MENDES
Sim
Nome Categoria
MARCELA CARVALHO MARTINS AMARAL Participante Externo
FRANCISCO PAULO DA SILVA Docente
GUILHERME PAIVA DE CARVALHO Docente

Vínculo

-
-
-
Não