Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
LETRAS (23002018004P7)
A argumentação em textos escritos por crianças em fase inicial do Ensino Fundamental
ANANIAS AGOSTINHO DA SILVA
DISSERTAÇÃO
14/12/2012

Nesta dissertação, analisamos textos escritos por crianças em fase inicial do Ensino Fundamental (mais especificamente, no 2° ano), focalizando os argumentos por elas construídos e os efeitos de sentido que eles produzem nos textos. Essas crianças são alunos da Escola Municipal Professora Nila Rêgo, Pau dos FerrosRN, instituição que funciona como escola de aplicação da pesquisa “O desafio de ensinar a leitura e a escrita no contexto do Ensino Fundamental de nove anos e da inserção do laptop na escola pública brasileira”, na Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Partimos do pressuposto de que a argumentação é um fenômeno inerente à linguagem, sendo esta essencialmente argumentativa, de maneira que, inclusive crianças em fase inicial de aprendizagem conseguem mobilizar determinados argumentos para defesa de suas teses. Orientando-se, de maneira geral, pela perspectiva sociointeracionista de Bakhtin (2002; 2005), e de maneira mais específica pela Teoria da Argumentação no Discurso (TAD) ou Nova Retórica, de Perelman e Tyteca (1996), analisamos vinte textos produzidos pelos alunos acima citados, coletados no primeiro bimestre letivo (março-abril) de 2012. Na análise empreendida, percebemos que os alunos mobilizam vários tipos de argumentos na defesa por suas teses, dentre os quais se destaca, principalmente, o emprego de argumentos baseados na estrutura do real, por ligações de sucessão e de coexistência, e de argumentos que fundam a estrutura do real, pelo exemplo e pela ilustração. Quanto aos lugares argumentativos, os alunos extraem seus argumentos dos lugares da ordem, da essência, da pessoa e do existente, o que revela uma tendência dos alunos em mobilizarem argumentos relacionados à sua vivência. Esses argumentos são mobilizados pelos alunos com o intento de persuadirem os auditórios (particular, porque é constituído por seres determinados – professora, bolsistas e colegas de classe) sobre a validade de suas teses, que correspondem a proposições unificadas do conteúdo dos textos, ou seja, frases ou orações resumitivas que conservam, em sua essência, a informação principal dos textos. De um modo geral, às teses analisadas, estão subjacentes efeitos de sentido relacionados à temática do desprezo e do abandono, uma vez que as duas propostas de produção textual enfatizam o abandono nas histórias contadas em sala de aula. Portanto, conforme pudemos observar, mesmo não tendo sido desenvolvido um trabalho sistemático com a argumentação em sala de aula, os alunos argumentam em prol de suas teses, porque a argumentação é inerente à própria linguagem.

Argumentação; Alunos do Ensino Fundamental; Textos escritos.
In this thesis, we analyze texts written by chil dren in early elementary school (more specifically, in the 2nd year), focusing on the arguments constructed by them and the effects of meaning in the texts they produce. These children are students of the City School Professor Nila Rego, the Irons Pau-RN, who works as a school institution for implementing the research "The challenge of teaching reading and writing in the context of elementary school for nine years and inserting the laptop at school Brazilian public, "the University of Rio Grande do Norte (UERN). We assume that the argument is a phenomenon inherent in the language, which is essentially argumentative, so that even children in early learning can mobilize certain arguments to defend their theses. Orienting Yourself, in general, the social interactionist perspective of Bakhtin (2002, 2005), and more specifically the Theory of Argumentation in Discourse (TAD) or New Rhetoric of Perelman and Tyteca (1996), we analyzed twenty texts produced by students mentioned above, collected in the first two months of school (March-April) 2012. In this analysis, we noticed that students mobilize various types of arguments in defense of their theses, among which stands out, especially the use of arguments based on the structure of the real links for succession and coexistence, and arguments that underlie the structure of reality, by example and illustration. As for places argumentative, students draw their arguments places the order, the essence of the person and the existing, which shows a tendency of students to mobilize arguments related to their experience. These arguments are mobilized by the students with the intent to persuade their audiences (particularly because it consists of certain beings - teacher, classmates and fellows) on the validity of his theses, unified propositions that correspond to the content of texts, ie , phrases or sentences that retain resumitivas, in essence, the main information of the text. In general, the thesis analyzed, underlying meaning effects related to the subject of scorn and neglect, since the two proposals emphasize textual production abandonment in storytelling in the classroom. Therefore, as we have seen, even if not developed a systematic work with the argumentation in the classroom, students argue in favor of their thesis, because the argument is inherent in language itself.
Argumentation; Elementary School Students; Texts written.
1
132
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ESTUDOS DO DISCURSO E DO TEXTO
TEXTO, ENSINO E CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS
Argumentação e constituição de sentidos: ethos, logos e pathos

Banca Examinadora

GILTON SAMPAIO DE SOUZA
Sim
Nome Categoria
ROSANGELA MARIA BESSA VIDAL Docente
ROSIANE MARIA SOARES DA SILVA Participante Externo
MARIA EDILEUZA DA COSTA Docente

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim