Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
ADMINISTRAÇÃO (25001019046P0)
Processo de Internacionalização e Sistemas Adaptativos Complexos: uma análise de empresas do polo de confecções de Santa Cruz do Capibaribe
RENNALY ALVES DA SILVA
DISSERTAÇÃO
27/03/2013

A presente pesquisa tem como objetivo geral analisar as características do processo de internacionalização de empresas do polo de Confecções de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, considerando a abordagem dos Sistemas Adaptativos Complexos. Após a apresentação das abordagens teóricas que tratam sobre processo de internacionalização – com foco nos trabalhos de Johanson e associados, desde 1975, especialmente na evolução do Modelo de Uppsala ao longo de quase quatro décadas, o que gerou em um desenho conceitual que resume essa evolução – e sobre o paradigma da complexidade – destacando os trabalhos de Kelly e Allison (1997) –, são analisados os comportamentos das empresas em direção aos mercados externos ao longo do tempo. A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, com abordagem longitudinal. A estratégia adotada é a de estudo de casos e as unidades de análise são as empresas Iska Viva e Rota do Mar, localizadas em Santa Cruz do Capibaribe, Pernambuco. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, que é um dos métodos de coleta de dados empregado, além da utilização de dados visuais e pesquisa documental, na perspectiva da triangulação dos dados. A análise dos resultados é realizada a partir do método de comparação constante, proposto por Merriam (2009). Após a transcrição das entrevistas, todos os dados, incluindo as imagens e os documentos obtidos, foram inseridos no software Atlas.ti. Esses dados foram codificados e, posteriormente, categorizados, havendo o agrupamento de informações semelhantes. Esse processo permitiu identificar as características dos processos de internacionalização das empresas e os seus padrões de comportamento no que se refere à complexidade do funcionamento. Após essa etapa, as informações obtidas puderam ser analisadas à luz das abordagens teóricas adotadas, o que indicou quais eventos poderiam ser considerados críticos para os processos de internacionalização, assim como foi possível identificar os níveis de complexidade aos quais as empresas se enquadram. A análise dos resultados gerou quinze evidências, dentre as quais, nove estão relacionadas aos seus processos de internacionalização, indicando, por exemplo, características referentes aos modos de atuação e escolha dos mercados; enquanto seis evidências dizem respeito a comportamentos que representam a integração entre as duas abordagens, apresentando clara associação entre os níveis de complexidade das empresas e suas escolhas. A partir das evidências obtidas, entende-se que as empresas em processo de internacionalização podem ser entendidas como Sistemas Adaptativos Complexos.

Negócios internacionais; Uppsala; Sistemas Adaptativos Complexos; Polo de Confecções
A presente pesquisa tem como objetivo geral analisar as características do processo de internacionalização de empresas do polo de Confecções de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco, considerando a abordagem dos Sistemas Adaptativos Complexos. Após a apresentação das abordagens teóricas que tratam sobre processo de internacionalização – com foco nos trabalhos de Johanson e associados, desde 1975, especialmente na evolução do Modelo de Uppsala ao longo de quase quatro décadas, o que gerou em um desenho conceitual que resume essa evolução – e sobre o paradigma da complexidade – destacando os trabalhos de Kelly e Allison (1997) –, são analisados os comportamentos das empresas em direção aos mercados externos ao longo do tempo. A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, com abordagem longitudinal. A estratégia adotada é a de estudo de casos e as unidades de análise são as empresas Iska Viva e Rota do Mar, localizadas em Santa Cruz do Capibaribe, Pernambuco. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, que é um dos métodos de coleta de dados empregado, além da utilização de dados visuais e pesquisa documental, na perspectiva da triangulação dos dados. A análise dos resultados é realizada a partir do método de comparação constante, proposto por Merriam (2009). Após a transcrição das entrevistas, todos os dados, incluindo as imagens e os documentos obtidos, foram inseridos no software Atlas.ti. Esses dados foram codificados e, posteriormente, categorizados, havendo o agrupamento de informações semelhantes. Esse processo permitiu identificar as características dos processos de internacionalização das empresas e os seus padrões de comportamento no que se refere à complexidade do funcionamento. Após essa etapa, as informações obtidas puderam ser analisadas à luz das abordagens teóricas adotadas, o que indicou quais eventos poderiam ser considerados críticos para os processos de internacionalização, assim como foi possível identificar os níveis de complexidade aos quais as empresas se enquadram. A análise dos resultados gerou quinze evidências, dentre as quais, nove estão relacionadas aos seus processos de internacionalização, indicando, por exemplo, características referentes aos modos de atuação e escolha dos mercados; enquanto seis evidências dizem respeito a comportamentos que representam a integração entre as duas abordagens, apresentando clara associação entre os níveis de complexidade das empresas e suas escolhas. A partir das evidências obtidas, entende-se que as empresas em processo de internacionalização podem ser entendidas como Sistemas Adaptativos Complexos.
Negócios internacionais; Uppsala; Sistemas Adaptativos Complexos; Polo de Confecções
1
228
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

Contexto

GESTÃO ORGANIZACIONAL
ESTRATÉGIA, FINANÇAS E SUTENTABILIDADE EMPRESARIAL
-

Banca Examinadora

WALTER FERNANDO ARAUJO DE MORAES
Sim
Nome Categoria
LUCIA SANTANA DE FREITAS Participante Externo
SALOMAO ALENCAR DE FARIAS Docente

Vínculo

CLT
Outros
Outros
Sim