Dados do Projeto de Pesquisa

EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO (31004016051P0)
GÊNERO, SEXUALIDADE E COTIDIANOS (NÃO) ESCOLARES: ATRAVESSAMENTOS ENTRE AS POLÍTICAS PÚBLICAS, A PRODUÇÃO ACADÊMICA E AS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS
01/08/2018
PESQUISA
EM ANDAMENTO
Como uma extensa rede intrincada e imbricada por complexos fios em que acontecimentos, fazeres, pensares, reflexões são produzidos discursivamente com intenções várias, os cotidianos (não) escolares são espaçostempos de produção e fabricação de realidades demarcadas, não só por submissões e dominações, mas também por enfrentamentos, disputas e movimentos de resistências entremeadas por relações de poder. Este projeto de pesquisa busca compreender a complexidade que envolve as discursividades cotidianas (não) escolares, enredadas às políticas públicas pensadas para o acolhimento e respeito às diferenças na educação confrontando com as produções científicas e as práticas educativas realizadas. Assim, tem como objetivos investigar as configurações das normas e dos disciplinamentos que orientam as práticas pedagógicas escolares e suas correlações com os currículos oficiais e com os currículos pensadospraticados, inclusive problematizando as produções discursivas nas políticas públicas educacionais articuladas. A partir de uma perspectiva teórico-metodológica pós-estrutural, busca-se investigar as diversas relações de gênero e sexualidades que visem à desconstrução do paradigma da heteronormatividade estrutural como pressuposto unívoco de organização social. Além disso; procura investigar os desafios encontrados para que as questões de gênero e as diversas manifestações de identidades de gênero e sexualidades dissidentes sejam tratadas na escola e/ou em outros espaçostempos educativos de forma a identificar indícios de como tais eixos temáticos podem contribuir para constituição de conhecimentos outros que se colocam em tensão com os conhecimentos hegemônicos, heteronormativos, eurocentrados. Por fim, intenciona-se a proceder investigações e catalogação de indícios de fazeressaberes cotidianos que propiciem movimentos emancipatórios dissidentes e que apontem para a emergência de outras epistemes, identificando formas emergentes para desconstruir e enfrentar as violências diversas materializadas em preconceitos, discriminações e exclusões proporcionando a garantia do direito à diferença nos cotidianos (não) escolares. Envolve temáticas plurais que envolvam não só as feminilidades, masculinidades, homossexualidades, lesbiandades, transexualidades, travestilidades, mas também interseccionalidades com outras categorias afetas às desigualdades e violências de gênero, raça e classe articuladas ao campo da educação como potências para o enfrentamento aos ataques conservadores, segregadores, violentos e excludentes.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DIFERENÇAS EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS 01/08/2018

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
IVANILDO AMARO DE ARAUJO (Responsável pelo Projeto) Docente 01/08/2018 -

Financiadores