Dados do Projeto de Pesquisa

LITERATURA (41001010013P4)
A gesta entre nós, tal gesto: disposições e dispositivos
01/03/2017
PESQUISA
DESATIVADO
O projeto de pesquisa opera a partir da ideia de frentes de trabalho, que contemplam, e investigam, três arquivos distintos, compostos em sua maior parte por textos ficcionais, que se organizam em séries distintas, porém correlatas. O primeiro destes arquivos congrega ficções de autores brasileiros que colocam em cena situações narrativas nas quais personagens de não-nacionais (categoria maior que compreende em especial imigrantes, colonos e estrangeiros, de origem nacional variada, mas que pode muito bem se abrir para asilar outras modalidades de exílio que não aquelas resultantes de motivações de ordem essencialmente econômica, ou seja, que não respondam em sua mais alta medida a apelos da necessidade imediata) são postos em relação com personagens de nacionais, num ambiente social e numa paisagem identificados por sua ?cor local?. Isso é, são originais, identificados e marcados como brasileiros já desde o cenário neles enfocado, em que os elementos humanos (as personagens, inclusive as de narradores) são considerados a partir de sua situação de inclusão ou exclusão (ou, ainda, de intrusão, para lembrar um conceito proposto por Jean-Luc Nancy) em uma ordem social dada como previamente constituída, embora, como sempre, em constante processo de transformação. O segundo arquivo, que em larga medida compartilha com o anterior matrizes metodológicas e teóricas subjacentes a sua própria organização, contempla sobretudo peças teatrais publicadas, e em sua maior parte encenadas, na Argentina, grosso modo entre as décadas de 1900 e 1930. Tais peças têm como um de seus traços comuns a proposição de argumentos dramáticos que giram em torno do difícil e tenso relacionamento entre personagens de membros da população local, que se tomam como legítimos argentinos, e reivindicam uma tal identidade, e personagens de não-nacionais, de diversas procedências, com destaque para aqueles que sinalizam para o largo contingente de imigrantes europeus chegados ao país (como, aliás, ocorre de modo similar na domínio da literatura brasileira, no período em foco, com a distinção relevante de que no Brasil são poucas as peças teatrais que trazem à cena personagens de não-nacionais). Um terceiro arquivo diz respeito às errâncias literárias e artísticas da personagem de Ahasverus, o Judeu Errante. É, cronologicamente, o mais recente deles, reunindo originais de diversas modalidades artísticas, isso em função da espantosa dispersão da personagem no tempo e no espaço, que dão vazão às infindáveis movências de Ahasverus. No caso deste arquivo, ao conjunto de originais de cunho artístico se juntam textos críticos e analíticos relativos ao Judeu Errante, produzidos notadamente a partir de meados do século XIX. E é exatamente o campo teórico que constitui, uma quarta frente de trabalho, inclinada a pensar metamorfoses e deslocamentos, enfim, movências imanentes ao processo artístico para além de determinações de quaisquer ordens.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
TEORIA DA MODERNIDADE LITERATURAS 01/03/2017

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
JULIO AIED PASSOS Discente - Mestrado 01/03/2017 17/04/2020

Financiadores

Nome Natureza do Financiamento Início Fim
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - (Bolsa Produtividade em Pesquisa) BOLSA 01/03/2017 31/12/2019