Dados do Projeto de Pesquisa

ESTUDOS DE FRONTEIRA (14001012156P0)
Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Observatório das Migrações em Rede
15/03/2017
PESQUISA
EM ANDAMENTO
projeto busca criar uma rede de estudiosos que fomentem a pesquisa interdisciplinar sobre as migrações no país em uma análise comparativa. Objetiva apreender os processos recentes e as novas configurações do fenômeno migratório em contextos específicos e suas relações com a dinâmica urbana, social, econômica, com a questão ambiental e com a política imigratória do país. Congregará, para tanto, grupos de pesquisa que já desenvolvem, em seus respectivos estados, análises das migrações; a saber: Observatório das Migraçõesem São Paulo (NEPO/UNICAMP; desde 2009), o Observatório das Fronteiras do Platô das Guianas (OBFRON/UNIFAP, 2011), o Observatório das Migrações no Nordeste (UFRN; desde 2012), o Observatório das Migrações no Ceará (URCA; início 2013), Observatório das Migrações em Santa Catarina (UDESC; início 2012). O INCT do Observatório das Migrações em Rede possibilitará apreender e analisar as ?novas lógicas migratórias? (Dumont, 2006) nas migrações internas e internacionais no âmbito da ?era da mobilidade? (Castles e Miller, 2004; Urry, 2000). Os processos migratórios internos e internacionais apresentam na contemporaneidade dinâmicas associadas, que evocam complexidades entre o local e o global (Giddens, 1991) em territórios com a presença crescente do capital internacional (Sassen,2010). Nesse contexto, transforma e da migração internacional com impactos no desenvolvimento urbano e regional das localidades. A hipótese principal é que a inserção do Brasil no cenário da economia internacional, com destaque para o século 21, aponta especificidades nas complementaridades regionais via migração no país onde os movimentos migratórios internos e internacionais refletem também a nova ordem econômica mundial. Este Observatório das Migrações em Rede é composto por duas linhas de pesquisa, uma vinculada às migrações internas e a outra referente às migrações internacionais. Na primeira linha de pesquisa, 4 Estudos Temáticos serão desenvolvidos: Migração e Urbanização; Migração e Dinâmica Econômica; Migração e Ambiente; Mobilidade dos Povos Indígenas. Na segunda linha de pesquisa, os Estudos temáticos são 2: Imigração Internacional; Emigração Internacional reconfigura espaços migratórios (Baeninger, 2012) da migração interna e da migração internacional com impactos no desenvolvimento urbano e regional das localidades. A h i p ó t e s e p r i n c i p a l é q u e a inserção do Brasil no cenário da economia internacional, com destaque para o século 21, aponta especificidades nas complementaridades regionais via migração no país onde os movimentos migratórios internos e internacionais refletem também a nova ordem econômica mundial. Este Observatório das Migrações em Rede é composto por duas linhas de pesquisa, uma vinculada às migrações internas e a outra referente às migrações internacionais. Na primeira linha de pesquisa, 4 Estudos Temáticos serão desenvolvidos: Migração e Urbanização; Migração e Dinâmica Econômica; Migração e Ambiente; Mobilidade dos Povos Indígenas. Na segunda linha de pesquisa, os Estudos temáticos são 2: Imigração Internacional; Emigração Internacional..

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
ESTADO, FRONTEIRAS E POLÍTICAS PÚBLICAS Fronteira e Sociedade 15/03/2017

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
GUTEMBERG DE VILHENA SILVA (Responsável pelo Projeto) Docente - PERMANENTE 15/03/2017 -

Financiadores