Brasil

Dados do Projeto de Pesquisa

Biodiversidade e Uso dos Recursos Naturais (32014015006P0)
Colapso das veredas no sertão mineiro: efeitos antrópicos locais e mudanças climáticas globais
01/11/2016
PESQUISA
EM ANDAMENTO
As veredas são um tipo fitofisionômico do Cerrado que apresentam comunidades hidrófilas associadas à palmeira Mauritia flexuosa L.f. (buriti). São ambientes que desempenham um papel fundamental no equilíbrio hidrológico dos cursos dágua e possuem grande importância ecológica e papel social ímpar. Apesar das veredas serem reconhecidas como Áreas de Proteção Ambiental, a ocupação antrópica de suas áreas naturais tem levado à exaustão destes ambientes. As veredas no norte de Minas estão secando. Os condicionantes ambientais e sociais dessa região são bem diferentes de outras regiões do sudeste brasileiro. Essa região apresenta vários municípios com os piores IDHM de Minas Gerais e apresenta um clima bem severo, com grande período de estiagem. Assim, as perspectivas de alteração dos ambientes de veredas e o aumento da susceptibilidade as mudanças globais do clima da região mostram a fragilidade deste ecossistema. O principal questionamento que envolve esta proposta é: porque as veredas estão secando e quais as consequências da mudança deste ambiente para a conservação da biodiversidade? Assim, a implantação de um sítio do PELD se torna urgente, uma vez que o problema existe, é extremamente mal estudado, apresenta ampla importância, especialmente ecológica e social, e depende de um estudo de longa duração. Neste sentido, busca-se com este programa de longa duração conhecer a diversidade do ambiente complexo e vulnerável das veredas, nesta primeira etapa, com foco na flora e processos associados. Assim, iremos verificar se a vegetação típica das veredas está sofrendo retração ao longo do tempo, especialmente das florestas higrófilas associadas; comprovar se existe variação do balanço hídrico, com tendência ao rebaixamento do nível freático, conforme relatos de moradores locais e evidências científicas da vereda do Peruaçu; identificar a flora, estrutura e o potencial regenerativo das florestas higrófilas em veredas e se as condições atuais do regime hídrico determinam variação entre elas; identificar se os processos ligados a ciclagem de nutrientes, de dinâmica da floração e frutificação, sistemas sexuais e reprodutivos, como as síndromes de polinização e eficácia reprodutiva, e aspectos fisiológico e anatômicos das plantas variam entre as veredas que apresentam ou não secamento do seu curso dágua; e se espécies características e importantes como Mauritia flexuosa e Mauritiella armata mostram respostas adaptativas ou genéticas em relação às mudanças na paisagem e do clima nestes ambientes. A avaliação destes componentes poderá fornecer informações sobre as causas e consequências das alterações globais para a conservação do sistema e sobre as estratégias para minimizar o desaparecimento ou completa modificação das veredas no norte de Minas Gerais. Perspectivas futuras podem ser agregadas neste programa, pois o monitoramento do sistema se torna ímpar para que ele seja realmente entendido e para que dados de mudanças ao longo do tempo possam ser coletados.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
ECOLOGIA E USO SUSTENTÁVEL DE RECURSOS NATURAIS BIOLOGIA E CONSERVAÇÃO 01/11/2016

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
DARIO ALVES DE OLIVEIRA Docente 01/11/2016 -
GERALDO ACLECIO MELO Docente 01/11/2016 -
MARIO MARCOS DO ESPIRITO SANTO Docente 01/11/2016 -
WALTER SANTOS DE ARAUJO Docente 01/11/2016 -
YULE ROBERTA FERREIRA NUNES (Responsável pelo Projeto) Docente 01/11/2016 -

Financiadores

Nome Natureza do Financiamento
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - (Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração) OUTRO AUXÍLIO FINANCEIRO