Brasil

Dados do Projeto de Pesquisa

Biodiversidade e Uso dos Recursos Naturais (32014015006P0)
TROPI-DRY II: Enhancing knowledge exchange for conservation and management of tropical dry forests in the Americas
01/09/2012
PESQUISA
EM ANDAMENTO
Financiado pelo Instituto Interamericano de Pesquisas em Mudanças Climáticas -2012 a 2017; e pela FAPEMIG (Programa Pesquisador Mineiro-PPM) de 2016 a 2018. Desde 2005, a Rede Tropi-Dry vêm realizando uma série de atividades visando uma integração de dimensões ecológicas, biofísicas e sociais das mudanças da cobertura e uso da terra em regiões de florestas tropicais secas (FTSs) nas Américas. Tais atividades incluem coleta intensa de dados ecológicos em protocolos padronizados, conduzidos no Parque Estadual da Mata Seca, norte de Minas Gerais, e repetidos em outras duas regiões do Brasil (Serra do Cipó-MG e Patos-PB) e três países (México, Costa Rica e Venezuela). Assim, existe uma base de dados muito grande e de longa duração, incluindo microrganismos, plantas, animais e fatores abióticos. Essas informações foram complementadas por análises aprofundadas sobre direcionadores de desmatamento e análise de políticas de desenvolvimento e conservação para as FTSs. Em 2012, o presente projeto foi aprovado pelo Instituto Interamericano de Pesquisas em Mudanças Climáticas, com o intuito de dar continuidade às análises iniciadas nos anos anteriores, com foco nos serviços do ecossistema propiciados pelas FTSs. O objetivo principal é utilizar os dados anteriormente coletados em modelos matemáticos para avaliar os efeitos de mudanças no uso da terra e de mudanças climáticas em áreas de FTS em escalas continental, regional e local nos países envolvidos. O arcabouço básico para essas análises será o indicado no “Millennium Ecosystem Assessment”, ao qual serão comparadas propostas alternativas para se obter um arcabouço adaptado às condições das FTSs e dos países analisados. Esse arcabouço será avaliado de forma participativa através de reuniões com os diferentes atores envolvidos na conservação das FTSs, como ONGs, órgãos governamentais, comunidades locais, populações tradicionais e pesquisadores, entre outros. Após esse processo, espera-se desenvolver uma ferramenta multidisciplinar que possa embasar cientificamente a tomada de decisão relacionada à conservação das FTSs em diferentes países.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
ECOLOGIA E USO SUSTENTÁVEL DE RECURSOS NATURAIS BIOLOGIA E CONSERVAÇÃO 01/09/2012

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
JOSELANDIO CORREA SANTOS Discente - Mestrado 01/04/2014 29/01/2016
MARIANA GUIMARAES VALE DUPIN Discente - Mestrado 01/04/2014 29/07/2016
MARIO MARCOS DO ESPIRITO SANTO (Responsável pelo Projeto) Docente 01/09/2012 -
SARAH FERREIRA DE JESUS Discente - Mestrado 01/03/2016 -
YULE ROBERTA FERREIRA NUNES Docente 01/09/2012 -

Financiadores

Nome Natureza do Financiamento
FUNDACAO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - (PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS EMERGENTES) OUTRO AUXÍLIO FINANCEIRO
FUNDACAO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - (Edital Universal) OUTRO AUXÍLIO FINANCEIRO