Dados do Projeto de Pesquisa

EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO (31004016051P0)
Gênero, diversidade sexual e educação: estudos queer e pós-coloniais nas periferias urbanas
01/01/2014
PESQUISA
EM ANDAMENTO
Esta proposta, com as contribuições dos estudos pós-coloniais e queer, procura ampliar as visões teórico-metodológicas para a compreensão dos processos complexos civilizatórios e de opressão sofridos pelos grupos subalternos e subalternizados. O processo de redemocratização no Brasil trouxe esperança no sentido de construir um país ancorado em princípios de respeito, participação, liberdade de expressão, diferença, diversidade. Entretanto, os enfrentamentos contra preconceitos, violência, discriminação, estigmatização precisam se adensar na defesa e na afirmação de direitos dos que foram subordinados, silenciados e apagados. Lógicas perversas de opressão, desrespeito, discriminação, preconceito, violência contra as diferenças e os diferentes ainda permeiam fortemente nossa sociedade. A educação serviu, e ainda serve, como lugar de disseminação da colonialidade do poder, do saber e do ser; embora, seja também, um lócus de resistência. Assim, a escola não é um espaço imune aos embates e disputas cotidianas, é um território conflituoso, de contestações várias. Como espaçotempo sociocultural, tem sido conclamada a contribuir de maneira mais contundente no enfrentamento dessas perversidades. Esta pesquisa pretende congregar outros estudos que alarguem a compreensão dos processos de subalternidade e discriminação dos diferentes gêneros e que busquem o aprofundamento, a problematização e a constituição de conhecimentos outros, interseccionando com temáticas relacionadas à educação escolar e não-escolar nas periferias urbanas. Pretende-se ampliar as compreensões de discursos e práticas, bem como as perspectivas históricas, teóricas e metodológicas que envolvem as diferentes sexualidades, seus desdobramentos, amparando-nos nos conceitos de diferença, pluriversalidade, decolonialidade, pensamento fronteiriço, interculturalidade como potências para a desconstrução de essencialismos como forma de construir conhecimentos outros. Procura-se, ainda, identificar indícios de referências epistemológicas configuradas em pressupostos de uma pedagogia queer/decolonial que potencializem o enfrentamento da discriminação, do preconceito, do sexismo, da homofobia, da lesbofobia, da transfobia e das formas múltiplas de violência presentes nos espaços educacionais.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
EDUCAÇÃO, ESCOLA E SEUS SUJEITOS SOCIAIS EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS 01/01/2014
EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DIFERENÇAS EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS 01/01/2016

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
BRUNO RODRIGUES GANEM Discente - Mestrado 12/03/2018 -
ERNANE ALEXANDRE PEREIRA Discente - Mestrado 12/03/2018 -
IVANILDO AMARO DE ARAUJO (Responsável pelo Projeto) Docente - PERMANENTE, COLABORADOR 01/01/2014 -

Financiadores

Nome Natureza do Financiamento Início Fim
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - (Novos Talentos) OUTRO AUXÍLIO FINANCEIRO 01/01/2014 30/11/2016