Dados do Projeto de Pesquisa

EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO (31004016051P0)
TROPA QUE SOBE AS FAVELAS: POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E ATUAÇÃO POLICIAL COMO AGENTES PROMOTORES DE SEGREGAÇÃO URBANA (1979-2010)
16/07/2014
PESQUISA
EM ANDAMENTO
O presente projeto de pesquisa tem por objetivo a análise das diretrizes da política de segurança pública e a ação policial nas favelas do Rio de Janeiro como agentes de promoção de segregação urbana. Para tanto, será feito o recorte temporal entre os anos de 1979 e 2010. Nos últimos 30 anos, principalmente nos anos 1980 e 1990, presenciou-se a construção da imagem da cidade em questão como uma área marcada pela violência urbana. O elemento central dessa significação tem sido a ação do tráfico de drogas, seja pelo confronto entre quadrilhas rivais, seja pelo confronto com a polícia. Tal quadro foi o pano de fundo para que se construíssem barreiras sociais e simbólicas para que moradores de favelas tivessem acesso a uma série de direitos e ao usufruto das benesses da cidade. A política de segurança e a ação policial, através da “metáfora da guerra” e da repressão violenta, tem sido um dos principais elementos para a construção e manutenção de tal situação. Por isso, faz-se necessária a compreensão de tal quadro em uma perspectiva história que se relacione desde o final da ditadura até os principais debates sobre cidadania na “Nova República”.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
EDUCAÇÃO, COMUNICAÇÃO E CULTURA EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS 16/07/2014

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
CINTIA DE LOURDES MARTINS ARAUJO Discente - Mestrado 12/03/2018 -
DANIEL CASTIAJO Discente - Mestrado 12/03/2018 -
MAURO HENRIQUE DE BARROS AMOROSO (Responsável pelo Projeto) Docente - PERMANENTE, PERMANENTE 16/07/2014 -

Financiadores