Dados do Projeto de Pesquisa

EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO (31004016051P0)
SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS AO CONHECIMENTO ESCOLAR QUE ORIENTAM OS PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO DOS(AS) FUTUROS(AS) PEDAGOGOS
01/05/2014
PESQUISA
EM ANDAMENTO
A pesquisa se insere no âmbito dos estudos que vem sendo realizados no campo do currículo e que tem como pano de fundo a problematização das formas de conceber os processos de organização e funcionamento das práticas escolares e suas implicações com os processos formativos em geral e da formação docente em especial. Processos que também orientam propostas e políticas curriculares em curso. São reflexões produzidas a partir das contribuições de aportes pós-estruturalistas com destaque para a Teoria do Discurso de Ernesto Laclau. No estudo currículo é assumido como processo de enunciação de sentidos, como espaço/tempo de fronteira cultural tal qual formulado por Elizabeth Macedo a partir das contribuições de Homi Bhabha. Dessa forma, o objetivo da pesquisa é a desnaturalização/problematização dos sentidos de currículo, de conhecimento e de cultura articulados nos processos de subjetivação de estudantes do Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (UERJ/FEBF), analisando em que medida esses sentidos podem contribuir para a manutenção de representações idealizadas de escola, de professor/a e de aluno/a que são muitos frequentes no campo da educação em geral. Representações que, como sugere Laclau (1998), são construções discursivas incompletas e carregadas de ambiguidades. O estudo se justifica pela necessidade de compreender que sentidos de currículo podem estar ou não contribuindo no processo de desenvolvimento de práticas pedagógicas que incorporem, de fato e de direito, a multiplicidade de culturas que circulam no interior das escolas, apontando para a necessidade de superar concepções que se sustentam em dualidades identitárias fixas: saberes acadêmicos/ saberes populares; global/ local, universal/ particular; bom ensino/ mau ensino que se contribuem para silenciar as diferenças ou, no limite, permitindo o seu reconhecimento, desde que subordinadas à particularidade definida como ideal. Sem a pretensão de elaborar novas generalizações totalizantes e, em consequência novas dualidades, o estudo pretende analisar sentidos atribuídos ao conhecimento escolar e ao currículo ao longo do processo de formação dos pedagogos e pedagogas, assumindo que eles são permanentemente negociados e traduzidos (BHABHA, 2007). Um processo incessante que favorece múltiplos e diferenciados processos de subjetivação profissional. Processos que não podem ser previamente fixados e que também não podem ser plenamente acessados dando conta de explicar todas as decisões dos sujeitos a priori.

Histórico de Linhas de Pesquisa

Linha de Pesquisa Área de Concentração Data de Início
EDUCAÇÃO, ESCOLA E SEUS SUJEITOS SOCIAIS EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS 01/05/2014
EDUCAÇÃO, MOVIMENTOS SOCIAIS E DIFERENÇAS EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS 01/01/2016

Equipe

Nome Categoria Início do Vínculo Fim do Vínculo
DIANA DOS SANTOS CARMO DA SILVA Discente - Mestrado 15/05/2014 13/09/2016
JEFFERSON ANTONIO NUNES DE SANTANA Discente - Mestrado 15/05/2014 23/09/2015
LUCIANA IZIS SILVA DE ABREU Discente - Mestrado 23/03/2015 29/01/2016
MARIA CAROLINA NEVES LOPES Discente - Mestrado 27/03/2017 -
MONIQUE AGNES RODRIGUES DE MORAES Discente - Mestrado 27/03/2017 -
RAFAELA BRAVO Discente - Mestrado 23/03/2015 21/09/2017
RAYANE PEDROSO MOTTA Discente - Graduação 15/05/2014 29/02/2016
RENATA LEITE DE OLIVEIRA Discente - Mestrado 15/05/2014 23/05/2016
SAMUEL BARRETO DOS SANTOS Discente - Mestrado 27/03/2017 06/12/2018
TALITA VIDAL PEREIRA (Responsável pelo Projeto) Docente 01/05/2014 -

Financiadores

Nome Natureza do Financiamento Início Fim
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - (CHAMADA UNIVERSAL– MCTI/CNPq Nº 14/2014) OUTRO AUXÍLIO FINANCEIRO 01/12/2014 -