Brasil

Dados da Disciplina

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
LITERATURA BRASILEIRA (33002010110P0)
DOCES, MONSTROS, MODERNOS: O FUTURO EM RUÍNAS
FLC
6187
4
01/08/2013 à -
Não
Objetivos: O curso mapeia o desenvolvimento da narrativa brasileira moderna a partir da relação entre o campo e a cidade. As leituras oferecem um panorama da tópica da decadência e da modernização conservadora na imaginação narrativa e lírica da literatura brasileira entre a década de 1930 e o presente. O objetivo da disciplina é discutir a permanência de traços da cultura patrimonial e do legado colonial na conformação da modernidade brasileira, e discutir, com isso, a metamorfose das elites agrárias e a mediação da nostalgia no campo da imaginação literária. Justificativa: A imaginação da decadência na literatura contemporânea é relativamente pouco estudada nas suas conexões com os clássicos do século 20. Tomando por base a obra de Gilberto Freyre e José Lins do Rego, o curso traça os desdobramento do modo pastoral e da tragédia familiar na poesia, no romance e no cinema pós-regionalistas. Conteúdo: 1. Região e imaginação 2. A decadência do patriarcado na literatura 3. Nostalgia como reflexão 4. Região e globalização 5. A arte da perda e suas metamorfoses contemporâneas 6. Modernidade, pastoral e perspicácia
ontes primárias exigidas (todas disponíveis em PDF ou DVD): Gilberto Freyre, Sobrados e mocambos (1936) [ensaio] José Lins do Rego, Fogo Morto (1947) [romance] João Cabral de Melo Neto, O cão sem plumas (1950) e O rio (1954) [poesia] Francisco Dantas, Coivara da memória (1991) [romance] Kleber Mendonça Filho, O som ao redor (2012) [filme] Alguns ensaios críticos sugeridos: Walter Benjamin, “Theses on the Philosophy of History.” Illuminations: Essays and Reflections. Ed. Hannah Arendt. New York: Schocken Books,1985. 253-264. _______, “The Storyteller.” Illuminations: Essays and Reflections. Ed. Hannah Arendt. New York: Schocken Books,1985. 83-110. Camargo, Luís G. Bueno. O intelectual e o turista: regionalismo e alteridade na tradição literária brasileira. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, v. 55, p. 111-126, 2012. Dal Farra, M. L.. Nordestinas. ContraCorrente: Revista de Estudos Literários, v. 3, p. 49-65, 2012. Gilberto Freyre, “Recordando José Lins do Rego.” José Lins do Rego. Coleção fortuna crítica, v. 7. Ed. Eduardo F. Coutinho e Ângela Bezerra de Castro. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1991. 93-108. Svetlana Boym, The Future of Nostalgia. New York: Basic Books, 2001. Caps. 1-2, 4-5.

Cursos

LITERATURA BRASILEIRA
Mestrado
60
LITERATURA BRASILEIRA
Doutorado
60

Áreas de Concentração

LITERATURA BRASILEIRA